conecte-se conosco

Diárias de Mercado

Soja: alta na Bolsa de Chicago deve assegurar elevação nas cotações internas

Publicado

em

soja

O destaque inicial para o mercado de soja nesta quinta é a boa valorização dos contratos futuros na Bolsa de Mercadorias de Chicago. Em contrapartida, o dólar recua frente ao real. Os prêmios seguem recuando. Diante desse cenário, os preços tendem a subir, mas a movimentação deve permanecer limitada.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Com Chicago perto da estabilidade e dólar recuando forte, as cotações da soja oscilaram entre inalteradas e mais baixas na quarta. O mercado travou, com compradores e vendedores retraídos.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos baixou de R$ 177,00 para R$ 176,00. Na região das Missões, a cotação recuou de R$ 176,00 para R$ 175,00. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 180,00 para R$ 178,00.

https://agronews.tv.br/brasil-desenvolve-sua-1a-soja-com-tecnologias-para-manejo-de-percevejo-e-ferrugem/

Em Cascavel, no Paraná, o preço caiu de R$ 175,00 para R$ 173,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca baixou de R$ 181,00 para R$ 179,00.

Em Rondonópolis (MT), a saca permaneceu em R$ 171,00. Em Dourados (MS), a cotação seguiu em R$ 165,00. Em Rio Verde (GO), a saca permaneceu em R$ 170,00.

Bolsa de Chicago

  • Os contratos com vencimento em julho operam com alta de 1,03%, cotados a US$ 15,58 por bushel;
  • O mercado dispara, com o grão e o óleo liderando os ganhos do complexo;
  • A demanda aquecida pelo produto norte-americano continua como fator de suporte;
  • Os agentes também seguem atentos ao clima e o avanço do plantio nos Estados Unidos.

Câmbio

  • O dólar comercial registra baixa de 0,07% a R$ 5,359.

Por Dylan Della Pasqua – Agência Safras

AGRONEWS – Informação para quem produz

Publicidade
Clique para comentar

Comente sobre esta matéria

Tendências