Soja: cotação recuou em Mato grosso, confira!

A necessidade de abrir espaço nos armazéns pela aproximação da colheita do milho influenciou o produtor de Mato Grosso a negociar a soja no mês de abril

A comercialização da safra de soja 21/22 avançou 5,52 % no comparativo mensal, alcançando 73,37% da produção. Apesar disso, os agentes de mercado reportaram que o avanço nas vendas só não foi maior devido ao percentual de avariados presente nas cargas acima do padrão, o que dificultou as negociações da oleaginosa em alguns municípios.

No que tange ao preço comercializado, a cotação da soja recuou 2,24% ante a março, fechando a uma média de R$ 175,73/sc no estado. Para a venda da safra de soja 22/23, as incertezas quanto à próxima safra têm limitado as negociações da soja futura em Mato Grosso, e as vendas que têm “rodado”, a maior parte está pautada pelo travamento dos custos. Neste viés, a comercialização avançou 2,15% ante o mês de março, alcançando 22,52% da produção.

Em relação ao preço negociado da oleaginosa em abril de 2022, apresentou incremento de 1,28% no comparativo mensal, alcançando preço médio de R$ 152,89/sc.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Saca de soja teve queda: com o recuo semanal da cotação de soja na Bolsa de Chicago, o preço da saca disponível teve um decréscimo de 0,69% ante a semana passada.

Bolsa de Chicago desvaloriza: a CME-Group apontou queda de 2,49% no comparativo semanal, reflexo das incertezas na China devido às novas medidas de lockdown.

Soja Nacional: seguindo o mercado internacional, o preço da saca de soja disponível brasileira registrou baixa de 1,09% no comparativo semanal, segundo o Cepea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.