Diárias de Mercado

Soja: mercado do grão segue em lentidão

Mercado de soja deve seguir travado no Brasil

O mercado brasileiro de soja deve seguir travado em termos de comercialização nessa quinta. As cotações seguem regionalizadas e tendem a apresentar poucas alterações neste início de dia, acompanhando a leve alta do dólar e a volatilidade de Chicago. Os prêmios em queda contribuem para a lentidão.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Os preços recuaram nas principais praças do país na quarta, acompanhando o recuo forte do dólar, a queda de Chicago e a retração dos prêmios de exportação. Os agentes saíram das negociações, travando a comercialização.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos baixou de R$ 178,00 para R$ 177,00. Na região das Missões, a cotação caiu de R$ 177,00 para R$ 176,00. No porto de Rio Grande, o preço recuou de R$ 183,00 para R$ 179,00.

https://agronews.tv.br/seca-afeta-maioria-das-lavouras-de-milho-safrinha/

Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 178,00 para R$ 172,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca baixou de R$ 183,50 para R$ 178,50.

Em Rondonópolis (MT), a saca caiu de R$ 174,00 para R$ 173,00. Em Dourados (MS), a cotação recuou de R$ 167,00 para R$ 165,00. Em Rio Verde (GO), a saca seguiu em R$ 170,00.

CHICAGO

  • Os contratos com vencimento em julho operam com alta de 0,36%, cotados a US$ 15,19 1/4 por bushel;
  • A volatilidade volta a predominar, com as atenções voltadas para o relatório de vendas líquidas semanais americanas, que sai às 9h30 (horário de Brasília);
  • O mercado projeta um número entre 100 mil e 700 mil toneladas.

Por Dylan Della Pasqua/ Agência Safras

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados