Suíno: competitividade da carne diminui

No mercado de suínos os preços médios da carne suína registraram alta de outubro para novembro, os da proteína bovina apresentaram pequena elevação, e os do frango seguem em queda

Diante disso, a competitividade da carne suína caiu em relação às duas concorrentes – destaca-se que, com o preço médio da proteína suína se distanciando do de frango e se aproximando da cotação da carne bovina, ocorre a perda de competitividade da carne suína.

Agentes consultados pelo Cepea indicam aquecimento na demanda pela carne suína por parte dos atacadistas, cenário que elevou as cotações da proteína em novembro. Quanto à carne bovina, os preços operam na casa dos R$ 19/kg desde o encerramento de outubro.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Parte dos demandantes já tem começado a montar estoques para as festas do final de ano, cenário que sustenta os valores dessa carne. Já no caso da carne de frango, o crescimento da oferta, sobretudo de filé e de peito, resultou em queda nos preços em novembro – muitos agentes se viram forçados a adotar a estratégia de reajustar negativamente os valores, visando elevar a liquidez e evitar o aumento de estoques do suínos.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *