Diárias de Mercado

Suíno: preços do vivo e da carne seguem em queda

De acordo com pesquisas do Cepea, os preços do suíno vivo e da carne caíram com um pouco mais de força no encerramento de março

A pressão veio da demanda final pela proteína, que segue fraca. Segundo colaboradores do Cepea, o recuo na procura por carne no mercado atacadista tem feito com que representantes de frigoríficos reduzam o ritmo de produção e, consequentemente, a demanda por novos lotes de suínos para abate.

Siga-nos no facebook e instagram

No mercado independente de suínos vivo, as quedas mais significativas foram verificadas nas praças mineiras. Vale lembrar que a produção suinícola em Minas Gerais atende, em sua maioria, a demanda local, escoando apenas baixo volume para outros estados – diferente do visto em regiões do Sul, especialmente.

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/especialista-esclarece-todos-os-detalhes-do-artigo-486-da-clt-citado-por-bolsonaro/

Fonte: Cepea

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Suínos: média de preço da carne na parcial de maio está acima de abril

Diárias de Mercado

Suínos: preços caem em todas as praças em maio de 2022

Mercado FinanceiroNotícias

Exportações de carne suína totalizam 89,7 mil toneladas em abril, diz ABPA

Mercado FinanceiroNotícias

Custos de produção de suínos e de frangos de corte reduzem pela primeira vez em 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.