Diárias de Mercado

Suíno: preços do vivo recuam com demanda enfraquecida por carne

As cotações do suíno vivo seguem em forte queda na maioria das praças acompanhadas pelo Cepea

As baixas no mercado independente ocorrem por conta da procura desaquecida pela carne, que está inferior à oferta. A indústria, que, de modo geral, tem trabalhado com produção reduzida, compra menos lotes de suínos no mercado independente. No acumulado de abril, o suíno se desvalorizou 20,3% na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), chegando a R$ 4,21/kg na quarta-feira, 15.

Siga-nos no facebook e instagram

Quanto aos insumos, ainda que as cotações também estejam se enfraquecendo nos últimos dias, a desvalorização do suíno tem sido mais intensa, pressionando a relação de troca atual de animal vivo por milho ou por farelo de soja para o menor patamar desde setembro de 2018.

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/banco-central-amplia-espaco-para-emprestimo-a-bancos-cooperativos/

Fonte: Cepea

Artigos relacionados
NotíciasGeral

Simpósio FACTA aborda produção de aves sem uso de antimicrobianos melhoradores de desempenho

Mercado FinanceiroNotícias

Custos de produção de suínos caem em maio; produzir frango ficou mais caro em 2022

Diárias de Mercado

Suínos: preços seguem em alta nesta 2ª quinzena

NotíciasGeral

Suínos: Canadá habilita novas plantas brasileiras de carne suína

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.