Tigre devorador de homens foi abatido na Índia neste domingo

Tigre devorador de homens fez diversas vítimas. Autoridades estimam que cerca de 225 pessoa morreram em decorrência de ataques de tigres na Índia entre 2014 e 2019.

Tigre devorador de homens

Em uma grande operação com 200 pessoas, a polícia indiana abateu um tigre apelidado de “o devorador de homens de Champaran“, depois que o animal matou diversas pessoas, informaram as autoridades neste domingo (9).

O predador havia aterrorizado os moradores do entorno do parque nacional Valmiki, em Champaran, no leste da Índia. O animal selvagem foi responsável pela morte de pelo menos seis pessoas no último mês, entre eles uma mulher e seu filho de oito anos neste sábado.

Antes dessas duas últimas mortes, as autoridades já haviam classificado o tigre – um macho de três ou quatro anos – de “devorador de homens“, o que autoriza o seu abate. As tentativas anteriores de eliminar o animal haviam fracassado.

Duas equipes entraram na mata montadas em dois elefantes no sábado pela tarde, e uma terceira se posicionou no lugar onde pensávamos que o tigre sairia, e atiramos […] para matá-lo nesse lugar“, disse Kiran Kumar, chefe da polícia local, à AFP.

Enquanto os residentes faziam ruído com recipientes metálicos, os efetivos levaram mais de seis horas para concluir a operação, disse Kumar.

Entre as vítimas do Tigre devorador de homens também está uma menina de 12 anos que foi arrastada de sua cama na noite de quarta-feira, segundo a imprensa local.

Os ativistas do meio ambiente apontam a rápida expansão de assentamentos humanos no entorno da floresta como a origem de conflitos entre pessoas e animais selvagens em alguns lugares da Índia.

Segundo dados do governo, cerca de 225 pessoas morreram por decorrência de ataques de tigres na Índia entre 2014 e 2019.

Veja também essa curiosidade interessante sobre este felino gigante.

Vídeo inédito mostra felino gigante fruto de cruzamento entre Leão e Tigre Siberiano

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra um felino gigante que foi apresentado como sendo um cruzamento entre o rei das selvas – o Leão e uma Tigresa Siberiana. Veja o vídeo no final desta matéria.

O Ligre (em inglês: Liger) como é conhecido, é um animal híbrido resultado do cruzamento entre um leão e uma tigresa. O seu aspecto é de um gigantesco felino dourado com listras difusas, e que pode ou não ter uma pequena juba. É atualmente o maior felino do mundo, possuindo até 3,3 metros de comprimento. O maior ligre do mundo e maior felino vivo, segundo o Guinness book é Hércules, que pesa 418 kg, possui 3,33 metros de comprimento total incluindo a cauda, e 1,25 metros na altura da cernelha. Hércules é considerado o maior felino do mundo. Contudo, medidas semelhantes já foram constatadas em um Tigre-siberiano de cativeiro chamado Jaipur.

Cruzamento

Os machos de ligre são estéreis, pois o número de cromossomos do tigre e do leão é par, mas diferentes, assim o ligre tem um número ímpar de cromossomos graças ao processo da meiose que ocorre na formação dos gametas femininos e masculinos (óvulos e espermatozoides, respectivamente). Porém as fêmeas são capazes de se acasalar com outro animal com características parecidas, como com um tigre ou leão puros.

Seus exemplares possuem a saúde muito delicada. O enorme tamanho que esses animais atingem ocorre pela ausência de genes que condicionem a produção dos hormônios inibidores do crescimento. Isso porque nos leões essa é uma herança materna, e nos tigres é paterna, portanto os ligres não recebem esses genes.

Felino gigantes

Na atualidade leões asiáticos só existem na natureza em uma pequena área no bosque de Gir, na Índia. Antigamente porém, leões asiáticos e tigres coexistiram na Mesopotâmia, Cáucaso, Pérsia, Afeganistão e em grande parte do subcontinente indiano. No passado houve relatos de avistamentos de ligres na natureza, porém é extremamente provável que fossem na verdade apenas avistamentos de raros tigres dourados.

Clique na imagem abaixo para assistir o vídeo com este felino gigante.

Tigre devorador de homens

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *