Zona rural de Taiwan é atingida por terremoto magnitude 7.2 e Japão entra em alerta tsunami

Terremoto magnitude 7.2 atinge o Sudeste de Taiwan, zona rural da ilha. Japão entra em alerta para possível tsunami.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos – USGS alertou para um possível tsunami em um raio de 300 quilômetros na costa de Taiwan, momentos após ser detectado um terremoto de magnitude 7.2 no Sudeste da ilha neste domingo (18).

Abaixo você pode assistir algumas captadas na região atingida. Aperte o play!

Não há vítimas até ao momento. De acordo com o Escritório Central de Meteorologia de Taiwan, o abalo sísmico ocorreu a uma profundidade de 7 quilómetros, às 14h44, horário local.

O terremoto atingiu o município de Chishang, no Sudeste rural de Taiwan, e teve uma profundidade de 10 quilômetros.

A Agência Meteorológica do Japão emitiu um alerta de tsunami para a ilha de Miyako, no Mar da China Oriental, mas a agência removeu o alerta posteriormente.

O abalo sísmico ocorreu a uma profundidade de 7 quilómetros e foi seguido depois de um outro terramoto de 6.4 e de vários tremores secundários que teriam atingido a zona no sábado.

Já o Instituto de Estudos Geológicos dos Estados Unidos (USGC), relatou que a costa Leste de Taiwan foi assolada por um abalo sísmico de magnitude 7.2, levando o Japão a emitir um alerta de tsunami.

Fotos mostraram prédios desmoronados no Sul de Taiwan após o forte terremoto. O USGS inicialmente registrou o fenômeno na escala 7.2, antes de rebaixar para 6.9.

Três pessoas estão presas sob os escombros de um prédio que acabou desabando com o impacto do terremoto, informou a Agência Central de Notícias (CNA) da ilha. Uma quarta pessoa também estava presa, mas conseguiu ser resgatada.

Cerca de 20 passageiros foram retirados de um trem que descarrilou na área, mas não houve vítimas do incidente, disse a Administração Ferroviária de Taiwan.

Kolas Yotaka, uma ex-porta-voz presidencial que está concorrendo às eleições locais no condado de Hualien, disse que os danos também foram relatados em uma escola local.

A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, ativou o Centro Central de Operações de Emergência da ilha após o terremoto. Os moradores de Taiwan foram solicitados a ficar alertas para evitar possíveis tremores secundários, disse Tsai em um comunicado gravado.

Cerca de 110 soldados também foram enviados ao condado de Hualien, ao longo da costa Leste da ilha, para ajudar nos esforços de socorro, disse o porta-voz do Ministério da Defesa de Taiwan, Sun Li-fang.

Entenda a intensidade do terremoto magnitude 7.2

A Escala Richter, por definição, é uma escala logarítmica. Isso quer dizer, por exemplo, que um tremor de intensidade cinco é 10 vezes mais forte que um de escala quatro e, consequentemente, 100 vezes mais forte que um de nível três.

O cálculo da Escala Richter costuma estar associado à distância do hipocentro (ponto exato do tremor no subsolo) ao epicentro (ponto em que o tremor é sentido mais fortemente na superfície), além do tempo de manifestação e a sua amplitude. No entanto, para casos em que os terremotos ocorrem em grandes profundidades, há outros meios de cálculo, haja vista que suas consequências na superfície são pequenas.

De modo geral, podemos considerar que os abalos sísmicos acima de 6 podem ser considerados graves. Confira a seguir uma relação comparativa entre a intensidade dos terremotos e os seus efeitos:

Magnitude menor que 2: tremores captados apenas por sismógrafos;

Magnitude entre 2 e 4: impacto semelhante à passagem de um veículo grande e pesado;

Magnitude entre 4 e 6: quebra vidros, provoca rachaduras nas paredes e desloca móveis;

Magnitude entre 6 e 7: danos em edifícios e destruição de construções frágeis;

Magnitude entre 7 e 8: danos graves em edifícios e grandes rachaduras no solo;

Magnitude entre 8 e 9: destruição de pontes, viadutos e quase todas as construções;

Magnitude maior que 9: destruição total com ondulações visíveis.

O maior terremoto já registrado ocorreu no Chile em 1960, com uma magnitude de 9,5 graus na Escala Richter, provocando inúmeros feridos e cerca de dois mil mortos. Nessa ocasião, houve um ponto de ruptura nas placas tectônicas de cerca de 1000 km de extensão, com uma quantidade de energia liberada tão grande que a Usina de Itaipu levaria quatro anos para produzir um valor correspondente.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.