Mercado FinanceiroNotícias

Em 2022, Goiás deve assumir a 5ª posição no ranking nacional de VBP

Estudo mensal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento projeta avanço de 3,3% no VBP – Valor Bruto de Produção do Estado. A diferença nominal é de R$ 3,3 bilhões em relação a 2021

Goiás deve assumir, este ano, a quinta posição no ranking nacional de Valor Bruto de Produção (VBP). A estimativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aponta para um crescimento de 3,3% em relação ao ano passado. Em 2021, o VBP goiano totalizou R$ 102,2 bilhões; este ano, deve chegar a 105,6 bilhões. A agricultura responde por 71,1% do total, enquanto a pecuária fica com 28,9%. O VBP é um dos principais indicadores de desempenho do setor agropecuário no País.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, o resultado premia o trabalho duro do produtor goiano e mostra que todos estão fazendo a sua parte para apoiar o setor no Estado. “É a primeira vez em muitos anos que Goiás ocupa a quinta posição no ranking nacional de VBP. Estamos superando as adversidades e evoluindo constantemente desde 2019. Queremos consolidar esta posição e ir ainda mais longe”, destaca ele.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Os dados do Mapa indicam que a soja é o produto que mais deve contribuir, em valores nominais, para o aumento do Valor Bruto de Produção de Goiás. O VBP da cultura deve sair de R$ 36,5 bilhões (2021) para R$ 38,2 bilhões (2022), saldo positivo de R$ 1,7 bilhão. Na sequência, também se destacam a cana (+R$ 1,4 bilhão), o milho (+R$ 1,3 bilhão) e o tomate (+R$ 1,1 bilhão).

Outros produtos chamam a atenção pelo percentual de crescimento. O VBP da batata, por exemplo, tem projeção de alta de 98,5% em Goiás, passando de R$ 221,5 milhões (2021) para R$ 439,6 milhões (2022). Já o VBP do café arábica deve aumentar 50,8%, chegando a R$ 426,8 milhões. E o da banana, 42,4%, atingindo R$ 502,8 milhões.

Ainda de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a estimativa para o VBP total do País, em 2022, é de R$ 1,2 trilhão. O resultado representa um crescimento de 3,1% — salto de R$ 36,5 bilhões em relação a 2021.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Saiba mais

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) é um indicador de desempenho da agropecuária divulgado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O cálculo engloba 21 produtos agrícolas e cinco atividades da pecuária feito nos Estados e nas Regiões. “O VBP é obtido pela multiplicação da quantidade produzida pelo preço recebido pelo produtor. Como as estimativas de safras divulgadas mensalmente referem-se à previsão para o ano, a estimativa do VBP também é anual. Na pecuária, como as informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são trimestrais, as informações de quantidades são atualizadas a cada três meses. A fonte de dados de produção é do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do IBGE. Para os produtos da pecuária, a fonte também é o IBGE. Os preços são da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP). Os valores reais são obtidos com o uso do IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas (FGV)”, explica o site do Mapa.

Por Seapa – Goiás

Foto: Crédito CNA

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Em Goiás, abates de bovinos, suínos e frangos cresceram no 1° trimestre de 2022

Mercado FinanceiroNotícias

Novos projetos aprovados para FCO Rural preveem criação de 157 empregos diretos em Goiás

GeralNotícias

Mesmo com seca na região central do país, milho 2ª safra têm bom desenvolvimento

Mercado FinanceiroNotícias

Preços de fretes recuam em Mato Grosso, MS, Bahia e em parte de Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.