conecte-se conosco

Geral

96,5% dos peixes de cultivo produzidos no estado do Paraná são Tilápia

Publicado

em

tilápia

Mesmo ante os reflexos causados pela pandemia do novo coronavírus, atividade cresceu 11,5% no Estado, em 2020, com produção de 172 mil toneladas pescadas

A piscicultura do Paraná continua sua trajetória de, ano a ano, conquistar resultados que permitem consolidar a sua soberania nacional, sendo a tilápia a estrela principal.

Mesmo ante os reflexos causados pela pandemia do novo coronavírus, a atividade cresceu 11,5% no Estado, em 2020, com produção de 172 mil toneladas pescadas.

Absoluto como principal produtor de peixes de cultivo no país, o Paraná ainda ampliou sua liderança no ranking: produziu 130% mais que São Paulo, o segundo colocado.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

De quebra, a organização da cadeia produtiva e a disponibilidade de lâminas d’água em abundância trazem uma perspectiva para lá de positiva.

A tendência para os próximos anos é de que a piscicultura paranaense continue crescendo, levando cada vez mais peixe à mesa de consumidores brasileiros e de outros países.

“A nossa piscicultura tem se estruturado, com um nível de profissionalização, como referência nacional. Isso é resultado de um esforço integrado dos elos da cadeia, que têm investido e se qualificado e, por outro lado, oferecido um produto competitivo e de qualidade. Temos espaço para crescer”, ressalta o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette.

Leia também:  Safrinha de milho em Patos de Minas (MG) poderá ter quebra de 20%

Tilápia: o carro-chefe

O bom desempenho da piscicultura no Paraná está diretamente relacionado à tilápia, considerada o carro-chefe da atividade no Estado. A espécie começou a ser produzida no interior ainda na década de 1980, mas em pequena escala.

Por ser um peixe com muito espinho, os produtores enfrentaram entraves na comercialização naqueles primórdios. Na década de 1990, no entanto, o produto passou a ser vendido em filés, agregando valor.

https://agronewsbrasil.com.br/piscicultores-da-baixada-cuiabana-comemoram-a-retomada-do-projeto-peixe-santo/

Uma das viradas que contribuiu para a profissionalização do setor ocorreu no início dos anos 2000, quando as cooperativas passaram a apostar na tilápia. Com isso, a atividade ganhou em escala e atraiu novos produtores.

Hoje, 96,5% dos peixes de cultivo produzidos no Paraná (166 mil toneladas) são tilápia – o que corresponde a um terço da produção nacional.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado tem 24,6 mil produtores de tilápia, a maioria com produção voltada a cooperativas, como a C.Vale e a Copacol.

O Anuário também atribui o crescimento da piscicultura no Paraná à desburocratização do licenciamento ambiental, já que a atividade se desenvolve no Estado, principalmente, em tanques escavados de pequenas e médias propriedades.

Leia também:  Preços da Tilápia passam a fazer parte dos indicadores do CEPEA

Por Sistema Faep

AGRONEWS – Informação para quem produz

Publicidade
Clique para comentar

Comente sobre esta matéria

Tendências