Diárias de Mercado

Algodão: cotações no Brasil seguem pressionadas

Desvalorização externa do algodão é maior que a oferta doméstica

Os preços da pluma seguem em queda no Brasil, influenciados pelo aumento da oferta no spot nacional e também por desvalorizações externas. Mesmo assim, a liquidez não é expressiva, o que pode estar atrelado às oscilações do dólar nos últimos dias.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Segundo colaboradores do Cepea, compradores vêm pressionando os valores pagos por novos lotes, sinalizando dificuldades em repassar os atuais custos para os produtos manufaturados. Alguns vendedores, por sua vez, cedem e negociam novos lotes a preços ligeiramente menores, enquanto outros se voltam ao beneficiamento e também se atentam aos dados sobre oferta e demanda mundial.

Entre 6 e 13 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, recuou 1%, fechando a R$ 5,2903/lp na terça-feira, 14. Na parcial de setembro (até o dia 14), o Indicador acumula baixa de 1,2%.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados