Algodão: produção mundial teve alta de 1,22%

O USDA estima uma produção mundial de 25,79 milhões de toneladas para safra 2022/23 do algodão

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

Diante disso, a produção mundial de pluma exibiu alta de 1,22% em relação à última projeção. Esse
incremento foi pautado, principalmente, pela elevação de 9,85% na produção dos EUA, uma vez que, apesar de grande parte das lavouras estarem em condições consideradas ruins, houve um aumento na estimativa de área plantada do país.

Já o consumo global da fibra indicou uma leve queda de 0,39% ante a agosto, puxada pela menor demanda oriunda do Paquistão e Vietnã (grandes consumidores mundiais da pluma). Contudo, esse volume ainda é 0,04% maior que a produção estimada. Assim, o estoque final ficou previsto em 18,45 milhões de toneladas, incremento de 0,43 mil toneladas ante a última projeção.

Por fim, diante do aumento na produção global aguardada para o ciclo, os contratos futuros de dezembro e julho de 2023 na Bolsa de NY exibiram recuo de 0,77% e 0,89% no comparativo semanal, cotados a ¢ US$ 102,66/lp e ¢ US$ 94,26/lp, respectivamente.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

algodão
  • Queda: como reflexo da baixa nas cotações do algodão na Bolsa de NY, o preço Imea da pluma exibiu recuo de 3,89% em relação à semana passada, cotado na média de R$ 201,11/@;
  • Redução: em resposta à maior oferta do subproduto disponível no estado, a torta de algodão expôs queda de 0,91% na semana, cotada na média de R$ 1.500,63/toneladas;
  • Incremento: o preço do poliéster apresentou aumento de 1,99% no comparativo semanal, dessa forma o produto foi precificado na média de ¢ US$ 42,86/lp.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.