Notícias

Aprosoja Brasil: Antônio Galvan, produtor de MT, é eleito novo presidente 2021-24

O produtor rural Antônio Galvan será o próximo presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja -Aprosoja Brasil para o Triênio 2021/2024. A nova diretoria da entidade foi eleita por aclamação nesta terça-feira (23/3) durante assembleia da entidade, realizada de forma remota, e tomará posse no final mês de abril, em data a ser definida. Atual vice-presidente imediato da entidade, Galvan ocupava até dezembro passado a presidência da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja MT).

Eleição da Aprosoja Brasil

O presidente eleito substituirá o produtor rural Bartolomeu Braz Pereira, que está à frente dos trabalhos da Aprosoja Brasil, em Brasília, desde maio de 2018. O vice-presidente imediato da entidade será o produtor rural José Sismeiro, de Goioerê (PR), que responde atualmente pela vice-presidência da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Paraná.

Veja abaixo a mensagem do presidente eleito

Vão compor a nova diretoria da entidade vice-presidentes regionais, diretores administrativos, diretores financeiros, além de conselheiros fiscais titulares e suplentes indicados pelos presidentes de todas as regiões produtoras. A Aprosoja Brasil congrega 16 associadas estaduais e representa mais de 240 mil sojicultores em todo o País.

Perfil do presidente eleito

Aprosoja Brasil

Antônio Galvan é nascido em Sananduva (RS). Morou no Paraná por sete anos onde ele e sua família já atuavam como produtores rurais. Com formação técnica em contabilidade, chegou em Mato Grosso no ano de 1986 e atualmente é produtor rural no município de Vera, Região Norte do Estado. Foi presidente do Sindicato Rural de Sinop, diretor da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (FAMATO) e acompanha os trabalhos da Aprosoja MT desde a sua fundação, em 2005.

Sobre a Aprosoja Brasil

A Associação Brasileira de Produtores de Soja, incialmente chamada de Abrasoja, foi fundada em 11 de março de 1990 por iniciativa de produtores de diferentes regiões do Brasil diante de um período de dificuldades enfrentadas pelo setor, o que levou a entidade a lançar o documento “Alerta à Nação”, na qual defendia a renegociação das dívidas dos produtores e a valorização do setor.

A entidade foi renomeada em 2001 para Aprosoja e, em 2004, tornou-se definitivamente a Aprosoja Brasil, embora sua atividade estivesse restrita a poucos produtores.

Com o surgimento da Aprosoja Mato Grosso em 2005 e a expansão da produção na região Centro-Oeste, a Aprosoja Brasil foi resgatada em 2007 e voltou a liderar as principais agendas dos produtores de soja em todo o país.

Entre eles, destacamos o trabalho relacionado à renegociação de dívidas dos produtores rurais, a aprovação de nova legislação ambiental e a melhoria da infraestrutura de transporte para o fluxo da produção agrícola.

Além disso, a entidade teve um papel fundamental no fortalecimento da Frente Parlamentar Agropecuária (APF) e na criação da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Soja, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Durante esses anos, com pragmatismo e profissionalismo, responsabilidade e compromisso com a sustentabilidade da soja nacional, a entidade ganhou um espaço especial na representação de produtores de diferentes regiões do país.

Fonte: Assessoria Aprosoja Brasil

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados