GeralNotícias

Argentina suspendeu 15 empresas exportadoras de carnes por burlar controle sanitário

O governo da Argentina suspendeu 15 empresas exportadoras de carne que tentaram burlar o controle sanitário e embarcar para o exterior cerca de 40 toneladas de cortes congelados

O governo da Argentina suspendeu 15 empresas exportadoras de carne que tentaram burlar o controle sanitário e embarcar para o exterior cerca de 40 toneladas de cortes congelados

De acordo com comunicado do Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca argentino, as empresas não estavam inscritas no Cadastro Único de Operadores da Cadeia Agroindustrial (Ruca).

Após uma série de investigações de diferentes órgãos de controle da Argentina foi possível descobrir as operações ilegais destas organizações que se “dedicavam à exportação de carnes e grãos”, ludibriando os controles do Estado. Em nota, o ministério afirma que a prática configura “concorrência desleal com o resto do operadores, além dos danos para os cofres públicos”.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

“Essas ações respondem ao objetivo da carteira agrícola nacional de tornar transparente o comércio exterior de produtos agrícolas, fazer cumprir a regulamentação em vigor em matéria sanitária e comercial, além de fiscalizar o cumprimento da regulamentação tributária e cambial”, informa o ministério.

Após o bloqueio das ações irregulares, as empresas flagradas terão de responder pelos atos à Administração Federal de Receitas Públicas (Afip), o Banco Central da República Argentina (BCRA), o Alfândega e Unidade de Informação Financeira (UIF), além da Justiça.

Fonte: Dinheiro Rural

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados