Boi: em MT, utilização frigorífica aumenta em janeiro de 2022

Utilização frigorífica real e em operação aumentaram em Mato Grosso mesmo diante de um menor volume de boi enviado ao abate no mês de janeiro de 2022

Com o clima propício para a engorda dos animais a pasto, a retenção do gado aumentou e isso influenciou no recuo da oferta de bovinos ao abate. Em números, houve uma queda de 4,17% e o total de bovinos abatidos foi de 418,70 mil animais em Mato Grosso.

No entanto, a utilização real e a em operação apresentaram aumento de 6,10 p.p. e 5,02 p.p., respectivamente, ante a dezembro de 2021, uma vez que alguns frigoríficos de maiores capacidades entraram em período de férias coletivas ou em manutenção, o que afunilou as opções dos produtores.

Para fevereiro de 2022 a tendência é de que esse cenário permaneça, visto que na 1ª quinzena novas
plantas entraram em recesso.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Desvalorização: as regiões de Mato Grosso em que plantas frigoríficas ainda se encontram fora de
atuação puxaram para baixo os preços da arroba do boi gordo em 0,02% ante a semana passada.

Restrição na oferta: na última semana foi observado um movimento crescente na retenção de animais, o que impactou em 0,62% nas cotações da vaca gorda.

Encurtamento: com algumas plantas frigoríficas fora de atuação, as indústrias ativas encurtaram suas escalas de abate para poder estar atendendo a demanda.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.