Mercado FinanceiroNotícias

Boi: exportação de carne seguem com maior competitividade

Proteína bovina registra cenário positivo nas exportações mato-grossenses, enquanto as carnes suína e de aves apresentaram quedas no comparativo do 1º bimestre de 2022 ante o 6º bimestre de 2021

Para o mercado da carne bovina, o aumento na exportação foi de 42,54% ante o 6º bimestre de 2021, sendo a importação chinesa responsável por 31,39 mil toneladas (+ 1.310% ante 6º bimestre de 2021). No entanto, para as carnes suína e aviária foi registrado um recuo no volume exportado nesse mesmo período, variando em -30,55% e – 25,70%, respectivamente.

No mercado suíno, o principal impacto foi a redução em 66,77% ante o último bimestre de 2021, por parte das aquisições chinesas, já que seu rebanho voltou aos patamares próximos de 450 milhões de
cabeças.

Já no mercado de aves, foi registrada uma queda na importação da Arábia Saudita e, aliado a isso, retração no consumo dos principais países importadores, como o Japão, com queda de -32,07% no mesmo comparativo.

Artigos relacionados

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Recuou: com o cenário de estagnação na demanda interna, a arroba desvalorizou 1,41% ante a semana passada e o indicador ficou na média de R$ 304,43/@ em Mato Grosso.

Maior oferta: na mesma tendência, o preço médio da arroba da vaca gorda registrou queda de 0,84% no comparativo semanal e finalizou a semana na média de R$ 291,90/@.

Diminuiu: a escala de abate finalizou a semana na média de 7,45 dias em Mato Grosso, ou seja, leve recuo de 0,08 dia no comparativo com a semana passada.

Por Imea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo