Mercado Financeiro

Carne de frango permanece como 8º principal gerador da receita cambial brasileira

Pela primeira vez nos últimos sete anos (ou seja, desde 2015), a receita cambial acumulada pela carne de frango in natura nos nove primeiros meses do exercício ultrapassou a marca dos US$5 bilhões

O volume alcançado – US$5,106 bilhões – 20,72% superior aos dos mesmos nove meses de 2020, manteve a carne de frango como o oitavo principal produto exportado pelo Brasil no período, idêntica posição de um ano atrás.

A despeito do aumento – acompanhado pelos demais nove integrantes do rol dos “10 mais” – a carne de frango perdeu participação na pauta cambial: respondeu por 2,39% da receita auferida, fatia quase 12% menor que a de janeiro-setembro de 2020.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Neste caso, a carne de frango não esteve sozinha, pois a perda de participação afetou outros cinco produtos. Porque, sobretudo, ocorreu excepcional aumento de participação (+53%) do minério de ferro. Dessa queda não escapou nem mesmo a soja, principal commodity agrícola exportada pelo Brasil.

Por Avisite

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados