ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 24 a 30 de maio 2022, veja a previsão do tempo no BR

Confira o Boletim CLIMATEMPO 24 a 30 de maio 2022 e veja a previsão do tempo no Brasil nesta semana.

O destaque da semana passada, sem dúvida alguma, foi a queda acentuada na temperatura que acabou provocando a formação de geadas do centro-sul do país e que afetou áreas produtoras, como por exemplo, de feijão, hortifrúti, milho no Sul do país, cana-de-açúcar em áreas de Mato Grosso do Sul, São Paulo, também o milho segunda safra e até mesmo alguns pontos de café do Sul de Minas.

CLIMATEMPO 24 a 30 de maio 2022

Nesta semana, o destaque já não é mais o frio. Por enquanto tempo segue firme em grande parte do país e tem previsão para muita chuva nas áreas mais ao Norte do Brasil.

Para os próximos dias o tempo segue firme entre Minas Gerais, boa parte do Centro-Oeste, interior do Nordeste e Tocantins. Lembrando que a partir da quarta-feira, tem previsão de chuva na região Sul com volumes em torno de 70 mm, entre Rio Grande do Sul e metade Sul do Paraná.

Os grandes acumulados de chuva serão registrados na faixa Norte do Brasil, tem previsão até para 100 mm em uma faixa que vai do norte do Maranhão até o Noroeste do Amazonas, incluindo também Roraima e alguns pontos do Amapá. E é na faixa leste do Nordeste que tem muita água para cair no decorrer dos próximos dias, tanto que a umidade do solo deve aumentar nestas regiões, enquanto o interior do Brasil vai seguir com tempo seco e o solo cada vez mais seco.

Voltando para o Nordeste, a previsão é de uma chuva muito bem-vinda na Zona da Mata, o que vai beneficiar áreas produtoras de cana-de-açúcar do Nordeste. Vale ressaltar que na faixa leste da região, tem alguns modelos de previsão indicando volumes acima de 300 mm. Essa chuva volumosa é claro que é perigosa, porque pode causar inundações e até mesmo queda de Barreiras, por isso fique atento.

Belém entra em situação de emergência devido às fortes chuvas

As chuvas intermitentes que caem sobre o nordeste e noroeste do estado do Pará inundaram vias e rodovias, deixando pessoas desalojadas. As cidades de Garrafão do Norte e Ourém concentram as famílias mais atingidas pela chuva e que precisaram sair de suas casas, já que os rios transbordaram e invadiram as casas, de acordo com o governo estadual.

De acordo com o Cemaden – Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, em Ourém, o acumulado de chuva foi de 135 mm nas últimas 72h, mas a precipitação aconteceu sobretudo na sexta-feira (20), com altos volumes de chuva em poucas horas.

Em Belém, a chuva também não para: o acumulado foi de 150 mm entre sexta-feira (20) e a madrugada desta segunda-feira (23). Este valor representa a metade da média do mês, que é de 300 mm na cidade.

Belém já ultrapassa sua média mensal de chuva, pelo INMET, e o acumulado já alcança 344 mm (44 mm acima da média). Na estação do Cemaden, em Vila Mosqueiro, o acumulado total deste mês surpreende: 440 mm computados pelos pluviômetros.

Tendência

Há previsão de mais chuva no estado do Pará nos próximos dias. Várias cidades continuam em atenção para a chuva que pode vir pontualmente com forte intensidade e acumular volumes expressivos. Em Belém, tempo abafado e com pancadas de chuva nos próximos dias, sem grandes mudanças.

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 21 a 27 de junho 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

GeralNotícias

La Niña: inverno deve ter chuvas abaixo da média no Sul e no Sudeste

ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 14 a 20 de junho 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

Mundo AnimalNotícias

Roupinhas protegem o pet nos dias mais frios?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.