Conab confirma influência positiva do clima para o milho 2ª safra de milho

Apesar da redução no volume de chuvas no centro-sul do país, as condições durante as primeiras semanas de abril foram favoráveis para o desenvolvimento do milho segunda safra nos principais estados produtores, em função do armazenamento hídrico no solo

Esta edição do estudo abrange o monitoramento agrícola das principais regiões produtoras de grãos do país, considerando os cultivos de verão, Safra 2021/2022, durante o período de 1 a 21 de abril de 2022 e pode ser acessado na página da Conab.

Nos estados do Mato Grosso e Paraná, maiores produtores de milho segunda safra, os dados espectrais estão refletindo a boa condição dos cultivos por meio das anomalias positivas do Índice de Vegetação (IV) e da sua evolução acima da média e da safra passada.

Somente em Minas Gerais, no oeste da Bahia e em partes de São Paulo e Goiás houve restrições por falta de chuvas e baixa umidade disponível no solo, impactando o desenvolvimento das lavouras e resultando em anomalias negativas.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

O estudo

O BMA é resultado da parceria entre a Conab, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o Grupo de Monitoramento Global da Agricultura (Glam). O estudo fornece informações sobre as condições agrometereológicas e a interpretação do comportamento das lavouras em imagens de satélites e no campo. Essas informações servem como subsídios para a realização das estimativas de safra realizadas pela Companhia, todos os meses.

Por Conab

AGRONEWS® é informação para quem produz

One thought on “Conab confirma influência positiva do clima para o milho 2ª safra de milho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.