Mundo AnimalNotícias

Conheça algumas espécies de peixes que limpam o aquário!

Peixe que limpa aquário: conheça as espécies que podem ajudar!

Manter a água sempre limpa e saudável é um dos desafios… Por isso, ter um peixe que limpa aquário é de grande ajuda. Estes pequenos nadadores, além de charmosos, auxiliam na manutenção diária.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Gostaria de conhecer mais sobre as espécies de limpadores? Continue lendo, pois, separamos 5 espécies de peixes limpadores de aquário que podem te auxiliar na limpeza diária.

Importância dos peixes limpadores

Conhecidos como limpadores ou limpa-fundos, os peixes que limpam aquário são espécies muito comuns em diferentes ambientes. Esses nadadores são de grande ajuda para o aquarista, já que se alimentam de alga e restos de alimentos de outras espécies.

Além disso, essa é uma prática importante não só pela estética. Quando comem essas substâncias, os limpadores contribuem para a saúde do aquário, pois impedem a liberação de elementos nocivos, como a amônia. Assim, é recomendado que todo aquário tenha um limpa-fundo.

Cuidados com os peixes limpadores

Se você está pensando em ter peixes que limpam o aquário, saiba que é uma ótima decisão. Entretanto, é necessário ter alguns cuidados, pois, apesar de serem consideradas espécies resistentes, devemos prestar atenção a alguns pontos.

Siga as recomendações abaixo para garantir um ambiente mais saudável para seu peixe:

Colocá-lo em ambientes muito limpos: como o próprio nome indica, os peixes limpadores se alimentam de restos. Por isso, os locais muito limpos não são indicados para essas espécies. Caso o aquário seja muito novo ou tenha passado por uma limpeza profunda recentemente, espere de 15 a 30 dias para colocar um peixe que limpa aquário dentro dele;

Ofereça ração de fundo: mesmo que o peixe limpa-fundo goste de alga e restos de ração, eles não são o suficiente para sua alimentação. É importante que você ofereça uma ração de fundo de aquário para que ele receba a nutrição necessária;

Verifique a quantidade de indivíduos: um aquário é um sistema complexo e delicado. Por isso, precisamos sempre estar de olho na quantidade de peixes, levando em consideração o espaço, as espécies que convivem nele e as características do nadador. Pense nisso ao escolher o peixe que limpa o aquário;

Escolha um bom sistema de filtragem: os peixes limpadores vivem em rios com água corrente. Assim, é importante ter um bom sistema de filtragem que simule o habitat natural. Lembre-se que tal fator é essencial para um aquário saudável.

Com os cuidados acima, o peixe limpa aquário poderá viver de forma tranquila e saudável. Agora, conheça as cinco principais espécies de peixe limpa-vidros e suas características importantes:

peixe,peixe limpa aquario
Cascudo

1 – Cascudos

Tamanho: variável

PH: entre 6.0 e 7.0

Temperatura: 20°C e 27°C

Cascudo é um nadador muito resistente e de fácil trato por isso, muitas vezes, é recomendado especialmente para aquaristas iniciantes. Porém, é necessário ter atenção ao colocar um cascudo em seu aquário.

Eles podem crescer muito e até ameaçar outras espécies, sobretudo, quando não recebem o cuidado necessário.

Assim, é fundamental oferecer ração de fundo, além de ficar de olho a fim de ver se ele está recebendo a atenção necessária. Tal espécie possui poderosas ventosas em sua boca, usadas para sugar algas e restos de alimentos de outras espécies. Acessível, resistente e pacífico, é fácil entender porque é um peixe tão popular!

2 – Otto limpa-vidro

peixe,peixe limpa aquario
Otto Limpa-Vidro

Tamanho: até 4 cm

PH: 5.5 a 7.4

Temperatura: 20°C a 28°C

Outro peixe que limpa aquário extremamente popular, o Otto, também chamado limpa-vidro, é um ótimo companheiro para diferentes aquários. Pequeno e charmoso, tal nadador é facilmente encontrado em lojas especializadas.

É extremamente pacífico e fica, na maior do tempo, nadando no fundo do aquário, procurando restos de alimentos.

Apesar disso, é essencial oferecer uma ração de fundo para garantir que o Otto esteja se alimentando da forma correta. Por ser pequeno e tranquilo, pode se sentir ameaçado por outras espécies. Por isso, é recomendado viver em grupos de, no mínimo, seis peixes.

3 – Molinésia

peixe,peixe limpa aquario
Molinésia

Tamanho: até 6 cm

PH: de 7.0 a 8.5

Temperatura: 18°C a 28°C

A molinésia também representa um nome de peixe que limpa aquário com características semelhantes. É muito procurada por aquaristas graças à sua beleza e versatilidade, já que é considerada um peixe de fácil trato.

A molinésia é um peixe onívoro e precisa de vegetais em sua dieta. Por isso, adora beliscar algas, itens de decoração e até vidro de aquário.

Diferente de outras espécies, ela não possui ventosas e tampouco se alimenta de restos que caem no fundo. Seu petisco favorito é alga, mas precisa de ração para se manter saudável.

4 – Coridoras

peixe,peixe limpa aquario
Coridoras

Tamanho: até 6 cm

PH: de 6.0 a 7.6

Temperatura: de 22°C a 29°C

A coridora também é uma espécie de peixe que limpa aquário muito popular no aquarismo. Charmosos e elegantes, esses nadadores também são conhecidos por sua versatilidade, já que se adequam a praticamente qualquer ambiente e convivem bem com diferentes espécies.

Há muitas espécies de coridoras, mas todas elas adoram comer os restos de alimentos do aquário. Apesar de não se alimentar de alga, é uma espécie muito útil, pois evita a liberação de toxinas que ocorre quando um alimento começa a se decompor. Para a sua segurança, deve viver em grupos de, no mínimo, seis indivíduos.

5 – Comedor de alga chinês

peixe,peixe limpa aquario
Comedor de algas chinês

Tamanho: 20 cm

PH: 6.0 a 8.0

Temperatura: 22°C a 28°C

O peixe comedor de alga chinês é uma espécie elegante, conhecida por seu tamanho avantajado. Chegando a mais de 20 cm, tal peixe é indicado apenas para ambientes grandes, com, no mínimo, 100 litros.

Apesar de ser considerado um peixe limpa vidro de aquário, esse nadador prefere algas apenas durante seu crescimento e, depois de adulto, passa a preferir ração.

É considerada uma espécie agressiva e pode atacar outras espécies menores. Para evitar problemas, forneça uma boa ração de fundo e mantenha-o sempre bem nutrido.

Por Petz

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados