GeralMato GrossoNotícias

Créditos: BASA disponibilizará R$ 520 milhões para fomentar pequenos produtores em MT

Agricultura familiar será um dos setores beneficiados, confira!

Após reunião com o governador Mauro Mendes, o Banco da Amazônia (BASA) confirmou que irá aplicar em 2021 recursos de fomento e da carteira de serviços da instituição na ordem de R$ 520,3 milhões em Mato Grosso.

O Protocolo de Intenções foi assinado na tarde desta quinta-feira (18) pelo governador e pelo presidente do BASA, Valdecir José, via videoconferência.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Também estiveram presentes os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda) e César Miranda (Desenvolvimento Econômico); o superintendente do BASA em Mato Grosso, Donizete Campos; e a superintendente da SUDAM, Louise Caroline.

Um reforço para Mato Grosso

De acordo com o governador Mauro Mendes, estes recursos serão importantes para o fomento ao empreendedorismo e para a geração de empregos em Mato Grosso. O gestor destacou que o Estado já é um dos maiores impulsionadores de emprego no país: em 2020, de cada seis postos de trabalho criados no Brasil, um foi em Mato Grosso.

Esse crédito será importante para diversos setores e o Governo vai se esforçar muito para que no pós-pandemia possamos promover o crescimento da economia dos setores, das micro, pequenas e grandes empresas. Esse crédito chegará em excelente hora porque vai ajudar a muitos em Mato Grosso e principalmente na geração de empregos”, afirmou.

O governador relatou que o esforço da gestão em conseguir equilibrar as contas públicas, pagar em dia servidores e fornecedores, desburocratizar e investir de forma massiva em obras e ações estruturantes foram alguns dos fatores que levaram o banco a ter confiança em aplicar recursos desse montante.

basa fomentar pequenos produtores em mt
Governador Mauro Mendes, durante assinatura do protocolo – Foto por: Christiano Antonucci

O papel dos bancos de fomento é fundamental para alavancar grandes projetos de infraestrutura em todas as áreas. O Governo de Mato Grosso conseguiu colocar as contas em ordem, temos grandes investimentos em curso que são frutos de um equilíbrio fiscal que nós construímos. Isso abre muitas oportunidades para investimentos privados e muitos deles vão precisar das operações de crédito que o BASA poderá apoiar”, salientou.

Pequenos, mas competentes

O presidente do Banco da Amazônia, Valdecir José, ressaltou que serão trazidos novos fundos para auxiliar os empreendedores mato-grossenses, especialmente os pequenos.

Em 2020, o banco aplicou em fomento R$ 314 milhões em Mato Grosso. Agora estamos trazendo novos fundos, como o Fungetur, do setor de Turismo, que será um grande demandador de recursos. Também o novo Pronampe, o Fundo da Marinha Mercante e o FDA, através da Sudam, que tem recursos para Mato Grosso, que podemos operacionalizar principalmente com projetos de infraestrutura”, citou.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, esse recurso será importante para ajudar a minimizar os impactos da pandemia ao empresariado.

https://agronewsbrasil.com.br/maranhao-supera-mato-grosso-entre-os-top-10-dos-estados-na-piscicultura-brasileira-em-2020-confira-a-lista/

O BASA sempre foi parceiro dos mato-grossenses. Acreditando nesse governo que está equilibrando e reativando a economia de Mato Grosso, o banco vem aportar esse recurso em linhas de financiamento, propiciando juros mais baratos e crédito mais barato para os empreendedores que queiram vir ou já estejam em Mato Grosso”, comentou.

Agricultura familiar em desenvolvimento

Os pequenos produtores da Agricultura Familiar serão um dos principais beneficiados, segundo o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo.

É um recurso fundamental para a Agricultura Familiar, que tem mais de 400 mil pessoas nessa área. O recurso será concedido com o apoio da Sedec e da Seaf, auxiliando as pessoas que precisam desses recursos, dos empresários que mais precisam, para que esses valores gerem, de fato, emprego e renda. Gera também mais impostos que voltam em serviços públicos melhores para a sociedade”, completou.

Fonte: SECOM

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados