Mercado do Peixe 29 de outubro 2022, acompanhe o setor da piscicultura no Brasil

Acompanhe como foi o mercado do peixe nessa semana no Brasil.

Começamos essa análise dizendo que foi um mercado forte da tilápia nas três principais áreas: oeste do Paraná, norte do Paraná e nos grandes lagos, que é ali entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, com preço subindo e peso de abate diminuído.

Na região Sudeste nós tivemos uma semana de produtores contente, porque a temperatura da água aumentou, o peixe comendo está mais e recuperação de peso significa estar mais próximo do abade. Mas falando em temperatura, no oeste do Paraná nós temos a previsão de uma frente fria para próxima semana. Isso não devem impactar o crescimento da tilápia, mas pode impactar na oferta de alevinos e juvenis, que são mais afetados com essas mudanças bruscas de temperatura. Fique atento!

Mercado do Peixe 29 de outubro 2022, acompanhe o setor da piscicultura no Brasil

Com relação ao peixe nativo, o mercado está estável, mas uma estabilidade que precisa melhorar. Nós temos algumas regiões com mais ofertas, outra com baixa oferta e temos a certeza de que até o final do ano teremos uma recuperação de preços pagos ao produtor. Isso porque peixe bom não tem tanto, então é a lei do mercado – oferta e procura.

Mercado do Peixe 29 de outubro 2022

Veja também: Sorvete de tilápia brasileiro recebe prêmio internacional

Sobre às exportações temos uma novidade para esse final de semana, que é o lançamento do informativo da Embrapa Pesca e Aquicultura em parceria com a Peixe BR, que faz a análise trimestral das exportações. Com números sempre bastante interessante para o nosso setor. Bom, hoje os Estados Unidos importam 83% de tudo que nós exportamos quando se trata de peixe de cultivo, em especial é claro, da tilapicultura. Agora o interessante é que Taiwan já é o segundo país que mais importa do Brasil, na verdade é que não é só de produtos comestíveis, sendo também farinha, óleo, escama, pele, mas são mercados extremamente importantes.

Outro fator que merece atenção é sobre as exportações de peixe congelado, que teve um crescimento de 49% em relação a 2021 e também um aumento de 6% do peixe inteiro congelado. Essa é uma mudança bastante significativa, fazendo com que a mudança de liderança de quem mais exporta. Hoje o Paraná já é responsável por 61% de todas as exportações de peixes de cultivo no Brasil, na sequência nós temos a Bahia e São Paulo, respectivamente no segundo e terceiro lugar, com o estado de Mato Grosso do Sul já na 4ª colocação. O mercado continua forte apesar do aquecimento do mercado interno que impacta um pouco nas nossas exportações.

Nessa semana também visitamos a inauguração do centro de melhoramento genético da Genomar, lá em Tocantins, onde estava presente todo time da empresa daqui e de fora do Brasil, foi um evento com a participação de governadores, técnicos, secretários, ou seja, todo mundo que participa da cadeia produtiva. E isso é muito importante para melhoria da competitividade na psicultura brasileira

Boa semana à todos e lembre-se: coma mais peixe!

Por Francisco Medeiros – Pres. Peixe BR

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *