Mercado FinanceiroNotícias

Milho: cotações do grão em MT seguem em alta

Queda na produção pautam reajuste na relação de oferta e demanda de milho em Mato Grosso para a safra 2021/22 (julho de 2022 à junho de 2023)

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

Segundo o relatório divulgado pelo Imea, a oferta do cereal para a safra é projetada em 39,18 milhões de toneladas (t), redução de 3,43% em relação ao
último relatório, pautado pela escassez hídrica no estado nos meses de abril e maio. Assim, a demanda foi reajustada para 39,16 milhões de toneladas
8,64% a menos que a última estimativa.

Desse modo, o consumo interno foi projetado em 11,92 milhões de toneladas, queda de 0,09% frente a estimativa anterior, motivado pela maior participação do DDG no mercado de ração animal. A expectativa de maior oferta do cereal para outros estados produtores no mercado brasileiro, impactou na redução do consumo interestadual em 2,05%, que ficou estimado em 3,35 milhões de toneladas.

Artigos relacionados

No que tange as exportações, devido a menor oferta no estado, é esperado que Mato Grosso exporte 23,89 milhões de toneladas, 5,19% abaixo da projeção passada.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Milho de Mato grosso sobe: Com o aumento do dólar, as cotações do milho em Mato Grosso receberam uma alta de 2,03%, finalizando a semana com o
preço médio de R$ 59,69/sc.

Colheita avança: Na última semana, a colheita de milho no estado avançou 10,88 p.p. em relação à semana anterior e atingiu até a última sexta-feira, 85,29% da área colhida.

Dólar sobe: pressão inflacionária nos EUA impactaram na menor disponibilidade de dólar no mercado brasileiro. Desse forma, o dólar valorizou 0,74% na última semana.

AGRONEWS® é informação para quem produz

]]>

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo