Diárias de Mercado

Milho: indicador sobe mais de 6% na parcial de março

Com as demandas interna e externa aquecidas, as cotações do milho estão em alta no Brasil, segundo informações do Cepea

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) subiu 5,52% de 4 a 11 de março, fechando a R$ 103,57/saca de 60 kg na sexta-feira, 11. Na parcial de março (de 25 de fevereiro a 11 de março), o avanço é de 6,4%. Consumidores brasileiros têm necessidade de adquirir novos lotes, mas esbarram na retração de vendedores e/ou nos altos patamares de preços praticados no spot.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Agora, demandantes estão ainda mais apreensivos, tendo em vista que a nova valorização dos combustíveis deve encarecer o frete e, consequentemente, os custos. Quanto à demanda internacional pelo milho brasileiro, tem sido intensificada diante do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, que tem resultado em mudanças em rotas de exportadores e em aumento da procura pelo cereal sul-americano.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Batata: preço recua, colheita segue em bom ritmo

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: confira o custeio da safra 2022/23 em Mato Grosso

Diárias de Mercado

Milho: preço segue firme em junho de 2022

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: comercialização da safra 2021/22 segue lenta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.