Ovos: preços renovam as máximas nominais

A oferta limitada de ovos – principalmente dos de maior tamanho – desde o fim de janeiro somada ao aquecimento da demanda na primeira quinzena de fevereiro vêm impulsionando os valores da proteína, que, nos últimos dias, renovaram os recordes nominais na série histórica do Cepea, iniciada em 2013

Segundo colaboradores do Cepea, produtores e distribuidoras não têm conseguido atender a todos os pedidos, dado o descompasso entre produção e procura. Entre 10 e 17 de fevereiro, o ovo branco tipo extra – para retirar (FOB) em Bastos (SP) – se valorizou 6,2%, cotado na média de R$ 142,90/caixa com 30 dúzias na última quinta-feira, 17.

Na segunda-feira, 14, o preço da caixa renovou o recorde nominal na região, fechando a R$ 143,39. Para o vermelho vendido na mesma praça, o recorde também foi atingido no dia 14, a R$ 166,07/cx, sendo que de 10 a 17 de fevereiro, o produto se valorizou 7,4%, fechando o dia 17 a R$ 165,12/cx.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Para o ovo branco posto (CIF) em Belo Horizonte (MG), a alta foi de 8,9%, com a caixa a R$ 150,69 na quinta-feira, novo recorde nominal na praça mineira. Vale lembrar que o período de quaresma – quando os preços dos ovos costumam atingir os patamares mais elevados do ano – se inicia em março, criando expectativas de novas valorizações.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.