Mercado FinanceiroNotícias

Produção de ovos chega a 4,8 bilhões de dúzias e bate novo recorde, diz IBGE

A produção nacional de ovos de galinha bateu novo recorde: 4,8 bilhões de dúzias em 2020, alta de 3,5% frente a 2019

Em 2020, e em particular na pandemia, o ovo foi uma fonte de proteína alternativa mais acessível. O estado de São Paulo, maior produtor, concentrava 25,6% da produção nacional. Santa Maria de Jetibá (ES) foi o maior produtor em 2020, com 371,6 mil dúzias.

O efetivo de galinhas para a produção de ovos somou 252,6 milhões de cabeças, com alta de 2,0% no ano. São Paulo tinha o maior efetivo, com 21,4% do total nacional, seguido por Paraná (9,9%), Minas Gerais (8,3%), Rio Grande do Sul (7,9%) e Espírito Santo (7,2%). Os três municípios líderes são Santa Maria de Jetibá (ES), Bastos (SP) e São Bento do Una (PE).

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Com rendimento de R$ 17,8 bilhões, a produção de ovos foi mais um recorde da série histórica que, desde 1999, aumenta a cada ano. Ao cruzarmos as informações da PPM com as da Produção de Ovos de Galinha (POG), outra pesquisa do IBGE, é possível concluir que 83,1% da produção nacional de ovos de galinha teve origem em granjas de médio e grande porte.

São Paulo seguiu como o maior produtor, responsável por 25,6% do total da produção nacional de ovos, seguido pelo Paraná (9,4%) e Minas Gerais (8,5%). Os cinco principais municípios produtores não mudaram: Santa Maria de Jetibá (ES), Bastos (SP), Primavera do Leste (MT), São Bento do Una (PE) e Itanhandu (MG).

Os resultados são da Pesquisa Pecuária Municipal (PPM) 2020.

Fonte: IBGE

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados