CuriosidadesNotícias

Produtor Francês lança o “Leite Relax”, primeiro lácteo com canabiol – CBD

leite relax

Com certeza até o Snoop Dog vai virar fã desta marca, confira!

Em julho deste ano, Kévin Murène, agricultor do Pays de la Loire, lançará o “leite relax” – primeiro leite com canabiol – CBD.

Tudo começou no verão de 2020, quando uma seca se alastrou em muitas regiões da França. Uma manhã, quando ele foi buscar seu rebanho para ordenha, Kévin Murène, um fazendeiro de vacas leiteiras no Pays de la Loire, encontrou suas vacas em pastejando em áreas de cânhamo.

Uma cerca foi danificada e, como os pastos foram queimados nesta época do ano, as vacas tiveram que preferir o cânhamo“, diz o agricultor.

É verdade que a cultura do verão está em plena vegetação em julho!

A história poderia ter terminado ali, mas alguns dias depois, “os clientes voltaram à loja, dizendo-me que tinham descoberto que o leite tinha um gosto ‘diferente, mas não desagradável’. Eu imediatamente pensei em cânhamo, porque eu sei que colmaça ou repolho de forragem às vezes pode dar um gosto ao leite. Eu ainda tinha amostras de leite, que eu tinha analisado. Como resultado, o leite mostrou traços de canabidiol (CBD), substância legal contida no cânhamo!

Foi realmente no nível de traços, mas no ano seguinte, eu estava muito vigilante nas minhas cercas“, lembra o criador.

Lançamento em julho de 2022

No entanto, em 2021, alguns clientes perguntam se ele será capaz de fornecer novamente, esse leite com um sabor tão especial, “eles pareciam decepcionados quando eu disse que não”, diz o agricultor.

Então, a ideia está na cabeça de Kévin Murène: “Eu pensei que poderia tentar dedicar um pequeno pedaço de cânhamo ao pasto de vaca no verão, quando a forragem acabar, e oferecer o primeiro leite CBD.

Em 2022, ele lançará, portanto, o “leite relax”: “Será uma parte muito pequena da minha produção, em um período muito curto de tempo, mas acho que pode encontrar seu lugar com meus clientes“. O agricultor também planeja comercializar parte de sua produção na loja de produtores “La sole meunière”, “que foi criada por dois dos meus vizinhos: um piscicultor e um agricultor de cereais!“, diz o agricultor com um sorriso. Será necessário esperar até julho para provar o “leite relax”.

Estávamos pensando em semear cânhamo nesta sexta-feira, 1º de abril, mas com a onda fria anunciada, vamos esperar um pouco mais“, diz Kévin Murène.

Cânhamo: mitos e fatos

O cânhamo tem múltiplos usos e pode ser matéria prima para mais de 25 mil produtos. É tão bom que parece mentira, mas não é. Essa afirmação é verdadeira e aqui no nosso blog você pode encontrar muitos exemplos desses usos, como bioplástico, biocombustível, hempcrete, alimentos, medicamentos e tantos outros.

Porém, nem tudo o que se diz sobre esta variação tão versátil da cannabis é real. Há muita mentira na internet em relação à planta – são informações divulgadas sem conhecimento e carregadas de preconceito.

Cânhamo e maconha são a mesma coisa?

Provavelmente este é o mito mais disseminado sobre o cânhamo. A planta do cânhamo é uma espécie da família cannabaceae, da espécie cannabis sativa, a mesma daquela utilizada para produzir a maconha, contudo, são de subespécies diferentes e geneticamente distintas. O cânhamo é cannabis sativa L. subsp. sativa var. sativa e a maconha é sativa subsp. indica.

Na prática, a principal diferença entre ambas é a quantidade de tetrahidrocanabinol (THC) – o principal composto psicoativo da cannabis – presente em sua composição. Enquanto o cânhamo tem teores baixos de THC – em geral, inferiores à 0,3% – , a planta usada para produzir maconha tem níveis elevados do composto, que beiram os 30%.

A situação com a cannabis é muito parecida com outras culturas usadas pela humanidade. Por exemplo, existem variedades de milho boas para comer e outras que são indigestas, porém ótimas para a produção de biocombustível.

O cânhamo e a maconha também têm diferenças em suas aparências. Enquanto o primeiro cresce a uma altura de dois a quatro metros, a segunda tem baixa estatura e é mais encorpada, com muitas flores.

Cânhamo é a planta macho da maconha

Assim como em todos os tipos de cannabis, as plantas de cânhamo podem ser macho, fêmea ou hermafrodita. Além disso, como já explicamos acima, elas são de subespécies diferentes.

Fonte: Mon cultivar elevage

Interessante não é mesmo? O que você acha desta nova qualidade de leite? Deixe sue comentário logo abaixo!

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
GeralNotícias

"Agro da Gente" agora é Lei em Cuiabá-MT

Mercado FinanceiroNotícias

Leite: preço pago ao produtor teve alta, segundo Imea

GeralNotícias

Secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Indea serão ouvidos pela CPI do Leite nesta quarta

Mercado FinanceiroNotícias

Leite: custos de produção aumentam, preços no campo avançam

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.