NotíciasCuriosidades

Veja como os cavalos se comunicam!

Saiba que seu cavalo emite diferentes tipos de relincho e cada um deles tem um significado

Quando você assistiu um filme de cavalos, você deve ter notado que na tela os cavalos relincham o tempo todo. Eles vem de um velho ditado de Hollywood “Veja um cavalo, ouça um cavalo”. Mas, não é surpresa para quem passou algum um tempo com os cavalos reais e sabem que eles não fazem tanto barulho e quando fazem, é por razões específicas.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Suspiro

Quando seu animal suspira (inspira profundamente e solta o ar suavemente pelas narinas), é sinal de relaxamento, de livramento do que estava lhe causando tensão.

Eles emitem um suspiro que parece expressar alívio (como o seu “Aaaaah!” Ao tirar um par de botas apertadas).

Esse suspiro faz com que libera a tensão nos músculos do seu cavalo, assim como em nós seres humanos ocorre o mesmo.

Gemidos

Como nós humanos, o gemido pode ser um hábito para os cavalos, mas também pode sinalizar dor, por isso exige observação, especialmente se o cavalo é novo para você e você não sabe quais rúídos e em quais situações são normais para ele.

Se ele geme ou grunhe, mas por outro lado parece feliz ele certamente é como um jogador de tênis que normalmente dá um “Oof!” com cada saque.

Mas se ele geme ao parar e também ficam com orelhas duras viradas para trás ou revira os olhos, algo está doendo. Poderia ser suas costas (Ele resiste em selar e/ou girar, dobrar o traseiro ou a cauda quando você monta?) Verifique se não há laminite nos cascos ou as suas entranhas (aderências de cirurgias abdominais passadas são uma possibilidade; se você não conhece sua história, verifique se há cicatrizes de incisão na barriga ou no flanco).

cavalo

Se ele geme apenas com certos cavaleiros, um cavaleiro que bate forte na sela depois de um salto ou de um trote sentado pode estar machucando-o. Se ele normalmente geme, mas por outro lado parece normal e feliz, o gemido pode ser simplesmente o movimento involuntário do ar através de suas cordas vocais enquanto ele usa seu diafragma para diminuir a defecação, ou uma resposta ao desconforto/alívio abdominal normal. Mas se ele de repente começar a gemer, e especialmente se ele parecer se esforçar e o esterco estiver seco e firme, suspeite dos estágios iniciais de impactação. Supervisione seu consumo de água; escute com um ouvido em seu flanco dos dois lados para ver se os sons estão normais no intestino; Mede seu pulso e frequência cardíaca. Verifique sua hidratação com um teste de beliscão (não um beliscão para machucar, faça uma pequena uma dobra de uma vez no pescoço e deve recuperar o contorno original em menos de dois segundos) e verifique suas gengivas. Caso não saiba verificar, chame um veterinário ou alguém de confiança que sabe.

Alguns cavalos gemem quando sabem que o trabalho acabou; na ausência dos sintomas de problema acima, eles certamente estão apenas rolando e comendo um pouco de feno.

Relincho baixo

Seu cavalo usa suas cordas vocais, mas mantém seus lábios fechados para este som suave. É geralmente (embora nem sempre) um de reconhecimento amigável e bem-vindo “Oi! Que Bom que você está aqui! Venha conversar comigo!” juntamente com uma expressão de alerta, cabeça erguida, orelhas em sua direção. (O adorável toque de uma égua em seu potro é o mesmo tipo de convocação afetuosa).

Se a sua presença em determinados momentos geralmente significa comida a caminho, pode ser uma antecipação de felicidade. Se os outros forem alimentados primeiro, o relincho de seu cavalo certamente se tornará mais rápido e agudo: “Venha, agora!” Mas os cavalos também relincham de maneira mais moderada, por compreensão: “Uh-oh, isso parece ruim; o que devo fazer?” se eles se sentem encurralados e ameaçados.

Este relincho baixo combinando com a linguagem corporal temerosa com o ritmo das orelhas se movimentando para frente e para trás, olhos movimentando de um lado para o outro é um sinal para você retirar seu cavalo da situação que ele está se sentindo ameaçado ou tente tranquilizá-lo com cuidado e com conversas calmas, sem gritos.

Soprando ou Roncando

Quando seu cavalo inspira e expira rapidamente pelas narinas, de modo que vibram com um som alto de ronronar, ele está com entusiasmo e esperando que algo aconteça. Talvez ele veja você pegando sua corda na hora da saída: “Oh bom, estamos saindo, vamos sair!”.

Cavalos realmente se tornam (e outros) ainda mais preparados apenas fazendo esse som; então, se o seu continuar soprando, a cabeça erguida e a cauda levantada, enquanto você o conduz para fora, esteja preparado para movimentos bruscos de seu animal.

Confira 05 raças de cães ideais para pastoreio e guarda

Lembre-o de que você ainda está no comando, fazendo paradas tranquilas ou conduzindo-o em um pequeno círculo para ele se acalmar antes de abrir a porteira. Caso contrário, ele pode tentar disparar com você em cima, especialmente se os amigos equinos dele estiverem esperando para ele vir.

Na trilha, ele pode começar a soprar se você chegar a um trecho onde você normalmente corre com ele. Ele está dizendo: “Eu quero ir!” Seu sopro também infectará outros cavalos com entusiasmo, até que você e seus companheiros de montaria estejam com as mãos cheias.

Choroso

Uma chamada de campainha alta e barulhenta que é um dos sons mais amados que os cavalos fazem. Ele está dizendo: “Oi, quem é esse? Ei, estou aqui!”

Você ouvirá isso também entre uma égua e um potro que estão separados, entre companheiros de pasto que foram separados, ou de um cavalo que está temporariamente separado do contato visual com os outros, como um cavalo em um trailer.

Relincho Agudo

Um som que é quase como o do “choroso”, só um pouquinho mais profundo. Ele está querendo dizer: “Olá, você pode me ver? Eu posso ver você!”

Esse som tem uma qualidade trêmula e aguda, pode estar transmitindo ansiedade ou confiança, dependendo do tom da vizinhança e da linguagem corporal que o acompanha. O relincho de um cavalo ansioso andando de um lado para o outro é porque ele está sozinho, ou pode ser simplesmente que ele esteja “ligando” do celeiro para um colega equino que está do outro lado.

Quando um cavalo relincha em um grupo reunido, pode ser um aviso: Um cavalo estranho está se aproximando, ou um objeto incomum e interessante está à vista.

Grito

O cavalo geralmente grita com a boca fechada. Um grito varia em comprimento e intensidade dependendo da situação. Muitas vezes você ouve uma égua gritar quando ela não gosta de algo que está acontecendo ou está sendo cortejada por um macho. Pode significar irritação com um outro cavalo, desafio, agressão ou até mesmo prazer. As éguas podem ser realmente “versáteis”! Já foi visto éguas arquearem o seu pescoço e partirem pra cima do que te incomodava quando gritavam.

Com garanhões e castrados, a postura do corpo é geralmente uma cabeça e cauda erguida. Cavalos machos geralmente estão fazendo isso no modo “lutar ou fugir” quando gritam. Isso geralmente significa que há preocupação ou desafio com um castrado ou garanhão. O som é uma poderosa exalação de ar pelo nariz.

Trombeta ou Rugido

Raiva, confusão, medo e dor trarão um rugido ou ‘trombeta’. É realmente um som perturbador. É um som de um cavalo em algum tipo de angústia.

Sopro pelas narinas

O sopro pelas narinas é um simples exalar pelo nariz, mas o cavalo está com a boca fechada. O sopro é muito parecido com o bufo, mas sem qualquer vibração ou ruídos de vibração. Significa que o cavalo está com curiosidade, com bem-estar, com felicidade e com antecipação de uma boa brincadeira, passeio ou até mesmo cumprimentando um outro cavalo.

Nós humanos definitivamente somos uma espécie mais verbal do que cavalos, mas eles são muito bons ouvintes quando se trata de vincular significados e sons específicos. Como sabem os cavaleiros de carruagem, os cavalos de uma equipe aprendem com facilidade os comandos complexo de voz. E os instrutores podem ter dificuldade em ficar à frente de alguns cavalos da escola que reconhecem e executam o próximo passo antes que um aluno possa atuar… mesmo quando o instrutor soletra o comando

Fonte: Portal do Cavalo

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados