Diárias de Mercado

Açúcar: vendas externas recuperam vantagem em 2022

Cálculos do Cepea mostram que as exportações de açúcar cristal voltaram a remunerar mais que as vendas no mercado spot paulista

Mesmo com o preço interno avançando na última semana e voltando à casa dos R$ 127,00/saca de 50 kg, as valorizações do demerara na Bolsa de Nova York (ICE Futures), do dólar e do prêmio médio de qualidade tiveram maior peso e foram responsáveis pela recuperação da vantagem das exportações – cenário que não era verificado desde o fim de abril de 2021.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

De 11 a 15 de julho, enquanto a média semanal do Indicador de Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ foi de R$ 127,04/sc, a das cotações do contrato nº 11 da ICE Futures (vencimento Outubro/22) foi de R$ 132,83/sc. Assim, as vendas externas remuneraram 4,56% a mais que o spot paulista. Para esse cálculo, foram considerados US$ 50,80/tonelada de fobização, US$ 89,00/t de prêmio de qualidade e R$ 5,4106 de dólar.

Artigos relacionados

No mercado spot do estado de São Paulo, diante de um cenário de exportações mais atraentes, agentes de usinas estiveram firmes nos valores pedidos pelo cristal, sobretudo pelo Icumsa 150, cuja disponibilidade nesta temporada 2022/23 segue menor. Além disso, a demanda esteve mais aquecida, o que elevou a liquidez nos últimos dias.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

]]>

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo