Boi: mercado de reposição segue em baixa

Acompanhando o cenário de pressão na arroba do boi gordo, o mercado de reposição seguiu andando de lado nas últimas semanas

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

O bom volume ofertado de bezerros desmamados, aliado à baixa procura por parte dos recriadores, refletiu na desvalorização de 2,43% – considerando o acumulado dos dias 01/09 a 23/09 ante o mesmo período de agosto. Dessa forma, a cotação média do indicador ficou em R$ 2.291,06/cabeças.

Do mesmo modo, com o atual cenário de virada do ciclo pecuário, tem sido observado um aumento na
oferta das fêmeas no estado, movimento que refletiu no recuo de 4,76% no preço da vaca parida no mesmo comparativo, com as negociações na média de R$ 4.236,01/cabeças. Vale destacar que a elevada quantidade dessas categorias disponíveis no mercado tem sido reflexo da retenção das fêmeas nos dois últimos anos.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

  • Reduziu: com o contínuo cenário de boa oferta de bovinos e baixa demanda interna, a arroba do boi gordo foi novamente pressionada no estado e fixou-se na média de R$ 259,47;
  • Depreciou: para as fêmeas, a queda no indicador foi de 0,61% no comparativo semanal e a arroba da vaca gorda registrou a média de R$ 246,48 no estado;
  • Aumentou: com as câmaras frias estocadas e a oferta satisfatória de bovinos no mercado interno, as escalas de abate dos frigoríficos resultaram na média de 9,00 dias em Mato Grosso.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *