Mercado FinanceiroNotícias

Brasil teve saldo em receita nas exportações de arroz em 2021, diz Abiarroz

Embarque-Arroz-TLA-Credito-Divulgacao-2-1

O arroz brasileiro fechou 2021 com saldo em receita nas vendas externas, segundo balanço divulgado, nesta quinta-feira (20), pela Abiarroz (Associação Brasileira da Indústria do Arroz)

No ano passado, as exportações de arroz (base casca) corresponderam a US$ 363,2 milhões, contra importações de US$ 316,8 milhões, o que resultou em um superávit de US$ 46,4 milhões.

O volume embarcado no ano passado totalizou 1 milhão e 153,3 mil toneladas, contra importações de 1 milhão 004,1 mil. Com isso, o saldo foi de 149 mil toneladas. A quantidade ficou bem abaixo da registrada em 2020, quando o Brasil exportou 1 milhão e 813 mil t em consequência da forte demanda global provocada pelo auge da pandemia de covid-19, e também foi inferior à quantidade exportada em 2019.

“As exportações de arroz retomaram, em 2021, ao patamar das vendas externas de 2019, em valor, devido à valorização do dólar”, observa a gerente de Exportações da Abiarroz, Carolina Telles Matos. “Entretanto, em quantidade, as vendas foram 20% e 36% menores do que em 2019 e 2020, respectivamente.”

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

A retração no volume exportado no último ano teve como um dos principais fatores os problemas logísticos. “Tivemos uma forte redução na oferta de transporte marítimo, que provocou um aumento expressivo do frete de navios, além da falta de contêineres”, pontua Carolina.

Diante disso, o Brasil passou a usar, de forma pioneira no mercado arrozeiro, big bags – embalagens plásticas com capacidade de suportar carga de até 2.000kg – para exportação de arroz. Com a inovação, a Abiarroz entende que os exportadores do setor no país deixarão de ser tão dependentes de contêineres.

A entidade acredita que as dificuldades logísticas persistirão no primeiro semestre, mas projeta 2022 como promissor para o cereal brasileiro no mercado global. “Teremos disponibilidade de matéria-prima, e o câmbio deve seguir favorável às exportações”, enfatiza Gustavo Trevisan, diretor de Assuntos Internacionais da Abiarroz.

Ainda segundo a Abiarroz, o Peru passou a ser o principal destino dos embarques de arroz em 2021, ultrapassando a Venezuela. Outros destinos importantes foram Holanda, Senegal, Gâmbia, Cuba, Costa Rica, EUA, Serra Leoa, Nicarágua e México.

Por Abiarroz

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Falta de contêineres e câmbio afetam exportações de arroz em abril de 2022, diz Abiarroz

Diárias de Mercado

Arroz: em Mato Grosso preço segue em queda

Diárias de Mercado

Arroz: indicador volta a fechar abaixo de R$ 70/SC

Mercado FinanceiroNotícias

Pacote anti-inflação do México deve abrir portas para arroz brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.