Diárias de Mercado

Café: indicador do arábica oscila em fevereiro de 2022

Café

Mês de fevereiro encerrou com cotação do café em queda, apesar do indicador sofrer oscilações

Os preços do café arábica oscilaram com certa intensidade ao longo de fevereiro. Segundo pesquisadores do Cepea, no início do mês, as cotações subiram, influenciadas pela alta nos valores externos e pela retração de vendedores no spot nacional.

Já na segunda quinzena, os preços do arábica passaram a cair, com o movimento de queda ganhando intensidade no final de fevereiro. Essa baixa, por sua vez, esteve atrelada às desvalorizações externas e do dólar no período.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Na Bolsa de Nova York (ICE Futures), a queda foi reflexo de fatores técnicos – com a venda de contratos, após a forte alta no começo do mês – e também de instabilidades externas diante do conflito entre Rússia e Ucrânia, que estimulou traders a cortarem suas posições em ativos com maior risco, como commodities agrícolas, e migrarem para ativos como o ouro.

No acumulado do mês (entre 31 de janeiro e 25 de fevereiro), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital, recuou 2,7% (ou 39,91 Reais/sc), encerrando o mês a R$ 1.434,43/saca de 60 kg. Ressalta-se, no entanto, que os fundamentos ainda seguem positivos para o café (preocupações com a oferta e a logística em 2022).

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Diárias de MercadoNotícias

Café: preço do arábica segue em alta em 2022

Diárias de Mercado

Batata: preço recua, colheita segue em bom ritmo

Diárias de Mercado

Café: colheita do arábica avança, mas liquidez é baixa

Mercado FinanceiroGeralNotícias

Confira o boletim de suínos de maio de 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.