Notícias

China constrói maior fazenda vertical do mundo, produção inicia em setembro

A Zhong Xin Kaiwei construiu a maior fazenda vertical do mundo, com 26 andares, na província de Hubei, na China. Apesar da fazenda já estar pronta, a produção que deverá produzir até 1,2 milhão de suínos ao ano será iniciada apenas em setembro.

O volume de 1,2 milhão de suínos ao ano é dezenas de vezes maior em comparação a capacidade da maioria das granjas “horizontais”.

Entre seus diferenciais está um elevador que cobre 65 m², com capacidade para 40 toneladas, capaz de suspender mais de 200 animais em uma só vez.

Maior fazenda vertical do mundo começará com abate menor

De acordo com a NetEase, empresa chinesa que participa do projeto com tecnologia para gestão e manejo dos animais em diversas etapas, esta é somente a primeira fase do projeto.

O projeto é focado na criação de suínos, e inicialmente deverá contar com um abate anual de 600 mil animais.

Prédio não é o maior do mundo

maior fazenda vertical do mundo
Muyuan Foods está construindo um conjunto de 21 prédios para produzir 2,1 milhões de suínos. (foto: Muyuan Foods)

Apesar de ser o mais alto, o posto de maior fazenda do mundo pertence a outra empresa chinesa, a Muyuan Foods.

A Muyuan Foods está fazendo uma “mega granja” em Nanyang desde março do ano passado, construindo 21 prédios também para produção de suínos.

Os prédios devem abrigar cerca de 84 mil matrizes, sendo que suas criações devem produzir mais de 2,1 milhões de suínos anualmente.

Alto padrão

Atualmente, as fazendas “prédios” da China possuem diversos recursos e um alto padrão tecnológico, como reconhecimento facial dos animais por meio de visão computacional.

Diversas empresas como D.com, NetEase e Alibaba Group Holding também estão desenvolvendo projetos com outros recursos e já utilizam vários, como a automatização de diversos processos.

Recentemente, a Huawei Technologies também lançou um projeto para criação de suínos, não só com inteligência artificial, como também visão computacional.

Granjas do futuro

As novas granjas-prédio da China possuem altíssimo padrão tecnológico. Entre os exemplos, está o reconhecimento facial dos animais por meio de visão computacional e automatização da maior parte dos processos.

A gigante Huawei Technologies Co lançou um projeto para criação de suínos com inteligência artificial e visão computacional recentemente. Além dela, outras grandes empresas chinesas de tecnologia como a JD.com, NetEase e Alibaba Group Holding desenvolvem projetos de levar a suinocultura da China ao mais alto nível tecnológico.

A China tem a maior indústria de suinocultura do mundo, aproximadamente metade do plantel mundial, que está evoluindo rapidamente de uma série de pequenos negócios de quintal para uma agricultura modernizada em grande escala.

Após o grande golpe desde 2019 por conta da epidemia de Peste Suína Africana (PSA), que dizimou os planteis, os chineses veem a oportunidade de transformar a atividade no país.

Fonte: Ag/Evolution

AGRONEWS – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados