ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 02 de agosto 2021, veja a previsão do tempo em todo o Brasil

Assista o Boletim CLIMATEMPO 02 de agosto 2021 e veja a previsão do tempo em todas as regiões do Brasil nesta segunda-feira.

Agosto terá frio persistente e chuva acima da média em SP

Agosto será marcado pela neutralidade do oceano Pacífico, ou seja, nem El Niño ou La Niña. O mês é o mais seco do ano na maior parte do Brasil, incluindo o estado de São Paulo.

Confira a tendência para o mês de Agosto no estado de São Paulo

As previsões indicam chuva um pouco acima da média no leste do estado, com volumes em torno dos 50mm. Já nas demais áreas, principalmente no norte paulista, a chuva fica entre a média e abaixo da média.

São previstas a passagem de três frentes frias neste mês de agosto. Uma por volta do dia 5, outra por volta do dia 18 e uma terceira na última semana. Até o momento os modelos indicam que a primeira frente fria deve provocar mais chuva e a segunda deve trazer uma massa de ar frio mais intensa.

Ar frio vai predominar neste mês!

Por conta do avanço dessas massas de ar frio, agosto vai ser mais frio do que o normal em todo o estado de São Paulo. O ar frio vai predominar neste mês de agosto e a sensação vai ser de “frio que não passa”.

Até o momento, não há previsão de uma massa de ar frio mais intensa do que as de julho, mas o frio vai ser mais duradouro.

Possibilidade de geada

Há possibilidade de geada na segunda semana do mês. Com a entrada da primeira frente fria, no dia 11 de agosto, há chances para o fenômeno em cidades que fazem divisa com o Paraná e, mesmo assim, nada muito intenso. Porém, dias antes da terceira frente fria as temperaturas se elevam bastante pelo estado e vai ser o período mais quente do mês com máximas perto dos 30°C em algumas cidades.

Climatempo: saiba como será o mês de agosto no Brasil

Agosto é o mês mais seco do ano na maior parte do país, as previsões indicam que o próximo mês choverá acima do normal no norte do Paraná, Mato Grosso do Sul, grande parte do Sudeste, Rondônia, Acre e Amazonas.

Frio intenso

São previstas a passagem de três frentes frias neste mês de agosto. Uma por volta do dia 5, outra na virada da quinzena e uma terceira na última semana. Até o momento os modelos indicam que a primeira frente fria deve provocar mais chuva e a segunda deve trazer uma massa de ar frio mais intensa.

Devido ao avanço dessas novas massas de ar frio, agosto vai ser mais frio do que o normal em toda a Região Sul, São Paulo, Rio De Janeiro, metade sul de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, leste de Mato Grosso, Rondônia, Acre e parte do Amazonas.

Como o ar frio vai predominar neste mês, agosto vai ter aquela sensação de que o frio não passa. Até o momento, não há previsão de uma massa de ar frio mais intensa do que as de julho, mas o frio vai ser mais duradouro. Entre o norte mineiro e grande parte do Nordeste, as temperaturas seguem acima da média.

Confira a tendência completa por Região!

CLIMATEMPO Sul

Nos primeiros dias do mês, a primeira frente fria vai chegar à Região fazendo a temperatura cair e provocando bastante chuva, especialmente no Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina e no Paraná também chove, mas os volumes não são elevados. A segunda frente fria, acompanhada de uma moderada massa de ar polar, deve avançar pela Região na segunda semana do mês. A maior parte da chuva vai ficar restrita ao interior do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

No início da segunda quinzena, uma massa de ar frio de forte intensidade vai chegar ao Sul do país provocando queda acentuada de temperatura, com risco para geadas amplas entre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o interior do Paraná.

A expectativa é de que as menores temperaturas do mês fiquem concentradas entre o dia 15 e o dia 20. Na última semana do mês, outra frente fria acompanhada de uma moderada massa de ar frio vai derrubar a temperatura novamente.

CLIMATEMPO Sudeste

O mês começa com temperatura em elevação no Sudeste e faz calor entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. No final da primeira semana, entre os dias 5 e 6, uma frente fria vai chegar à Região praticamente sem provocar chuva, mas a queda de temperatura é significativa entre São Paulo e o Rio de Janeiro. O frio não será duradouro e a temperatura logo começa a subir.

Na segunda semana do mês, outra frente fria vai passar pelo Sudeste. Esse sistema deve provocar chuva e queda de temperatura novamente entre São Paulo e Rio de Janeiro, levando chuva fraca a moderada às regiões mais litorâneas. Apesar disso, não se descarta a ocorrência de chuva moderada a forte de forma mais pontual. No início da segunda quinzena, entre os dias 17 e 18, a terceira frente fria deve chegar à região, dessa vez acompanhada de uma massa polar de forte intensidade, fazendo a temperatura cair de forma expressiva nos quatro estados.

O frio será mais prolongado e a temperatura só volta a subir na última semana do mês.

Nos últimos dias de agosto, outra frente fria vai passar pelo Sudeste e a temperatura tende a cair
novamente.

CLIMATEMPO Centro-Oeste

Duas frentes frias acompanhadas de moderadas massas de ar frio vão chegar à Região na primeira quinzena de agosto, uma em cada semana. A queda de temperatura será significativa entre Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, incluindo as duas capitais. No início da segunda quinzena, uma frente fria mais intensa vai chegar à região provocando queda ampla de temperatura. Há risco para geadas em Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás. A chuva associada a essa frente fria vai se estender por áreas onde já não é comum chover em agosto, mas não há expectativa de eventos extremos de chuva. O frio deve durar entre 5 e 7 dias.

Na última semana, a temperatura volta a ficar estável, com o calor comum da Região.

CLIMATEMPO Nordeste

Com o afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) em direção à norte, a chuva na costa norte da Região já não é mais frequente. Com mais dias de sol e com pouca nebulosidade, a temperatura sobe em relação ao mês anterior, mas de forma suave. A temperatura fica bastante estável e não são esperados eventos de frio ou calor extremos. Na costa leste do Nordeste, a chuva ainda é frequente e quase diária. A temperatura sobe ligeiramente na região conforme a chuva diminui de intensidade semana após semana.

CLIMATEMPO Norte

A chuva diminui de intensidade em relação ao mês anterior. A temperatura fica estável na maior parte da Região. Entre Manaus e Belém a chuva ainda deve vir de forma frequente, impedindo que a temperatura suba de forma mais significativa na região. Entre Rondônia, Acre e o sul do Amazonas, são esperados dois episódios de friagem ao longo do mês, um na segunda e outro na terceira semana do mês. O último deve ser mais intenso e extenso.

Assista abaixo o Boletim CLIMATEMPO 02 de agosto 2021

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar