NotíciasGeral

Furnas: Vídeo registra momento das rochas caindo na tragédia de Capitólio em MG

Segundo o Corpo de Bombeiros, nesta tragédia de Capitólio em MG, quatro embarcações foram atingidas e mais de 30 pessoas ficaram feridas. Mulher de 50 anos teve o rosto dilacerado na tragédia.

Banhistas avisaram que rocha ia se desprender minutos antes de queda em tragédia

Sai, sai rápido, aquele pedaço vai cair”. Esses foram alguns dos apelos feitos por banhistas que estavam na região dos cânions, em Capitólio, no Sudoeste de Minas, e perceberam que a rocha iria se desprender.

A queda atingiu, aparentemente, ao menos uma lancha e causou uma tromba d’água neste sábado (08). Até a manhã deste domingo(09), há confirmações da morte de 8 pessoas, 30 feridos e 2 desaparecidas.

Vídeo compartilhado pelas redes sociais mostram a conversa entre turistas que estavam em uma lancha mais afastada da queda d’água:

“Aquele bloco está saindo”
“Aquele pedação vai cair”
“Sai”
“Mano do céu!”
“Rápidoo!”
“Ou! Ou! Sai daí, gente”
“Vai cair”
Logo após, a rocha cai com violência na água e causa uma tromba d’água. “Puxa lá, puxa pra lá, puxa, puxa,…” diz uma voz masculina, pedindo para que a lancha fugisse da onda.

Vejas logo abaixo as imagens impressionantes desta tragédia.

Mulher de 50 anos tem rosto dilacerado na tragédia de Capitólio em MG

Cirurgiões da Santa Casa de Passos, cidade próxima ao local onde rocha caiu sobre lanchas, tiveram que fazer a reconstrução facial.

Pelo menos duas pessoas sofreram traumas graves na face após o desabamento em Capitólio (MG). Uma mulher de 50 anos, moradora do Rio de Janeiro, estava no Lago de Furnas quando os cânions despencaram. Ela teve o rosto dilacerado e foi levada para a Santa Casa de Passos. Na unidade, cirurgiões plásticos precisaram fazer a reconstrução do rosto da mulher.

Um rapaz de 26 anos também foi levado à unidade, que é referência na região. Ele teve trauma na face e fratura do maxilar e também precisou passar por correção cirúrgica. Ambos estavam estáveis até as 19h, segundo informações do hospital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, as vítimas do acidente foram levadas para a Santa Casa de Passos, para a Santa Casa de São João da Barra (MG), para o Hospital de Piumhi e para a Santa Casa de Capitólio, onde todos já foram liberados.

Ajuda

O presidente da Furnas Centrais Elétricas, Clóvis Torres, informa que já mobilizou equipes de mergulhadores e médica para ajudar no resgate de vítimas.

“Já entrei em contato com o prefeito de Capitólio [Cristiano Geraldo da Silva] e já disponibilizamos socorristas, médicos e mergulhadores. Se precisar de UTIs e transferência de vítimas para Belo Horizonte, também podemos ajudar“, disse Torres. “Apesar de não ser responsabilidade nossa, somos solidários e daremos todo apoio e os recursos para apoiar as vítimas.”

Inquérito

A Marinha do Brasil afirmou, em nota, que abrirá inquérito para apurar o deslizamento de rocha nos cânions de Furnas.

A Delegacia Fluvial de Furnas deslocou, imediatamente, equipes de busca e salvamento para o local, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local“, complementa a nota.

*Com informações de Metrópoles e Valor Econômico.

Alerta meteorológico

Alerta máximo em BH: chuva de 1 mês pode cair em 5 dias.

Segundo Boletim CLIMATEMPO publicado no AGRONEWS nesta semana, a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) voltou a se organizar sobre o Brasil na última quinta-feira(06). Desta vez, a maior concentração de instabilidade vai atingir a região central de Minas Gerais ocasionando muita chuva sobre a Grande Belo Horizonte e outras áreas mineiras como a Zona da Mata Mineira e região das Cidades Históricas. O estado do Rio De Janeiro também será bastante afetado pela chuva volumosa deste novo episódio de ZCAS. Leia a matéria completa clicando aqui.

AGRONEWS® Informação para quem produz

Siga-nos no Google News: CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados