CuriosidadesNotícias

Furry de homem-lobo custou mais de R$ 130 mil

Um furry para transformação em homem-lobo custou R$ 130 mil. Costume estranho, mas comum entre os furries. Confira!

Bem, pessoal, eu não sei como vocês se sentem, mas eu estou impressionado com estas coisas inusitadas que acontecem em nosso cotidiano, como a deste japonês que acabou de gastar cerca de 130 mil reais para se transformar em um lobo, nos deixa perplexos e desorientados em publicar. Mas vamos tentar entender esta cultura peculiar.

Furry de homem-lobo custou mais de R$ 130 mil

Homem-lobo

Eu não sei o quanto vocês sabem sobre os costumes japoneses, mas o que sabemos é que este furry (você vai saber mais sobre isso logo abaixo) contratou uma empresa chamada Zeppet, especializada em criar fantasias hiper-realistas. E eles não brincaram em serviço: levou mais de 50 dias para desenvolver a roupa de lobo.

Este traje de lobo bípede foi um dos mais caros feitos pela empresa japonesa Zeppet. E não pense você que isso é algo exclusivo, esses tipos de trajes são um sucesso entre os furries. O homem que comprou o traje ficou especialmente satisfeito com a compra. Pelo menos, é o que pareceu no comunicado oficial da Zeppet. Ele disse que a roupa não apenas supriu o seu desejo de se transformar em um lobo, mas também é muito confortável de usar.

Furry de homem-lobo custou mais de R$ 130 mil

E ele ainda explicou que sempre sonhou em ser um lobo desde a infância e, quando viu o resultado final no espelho, ficou maravilhado em ver o seu sonho se tornando realidade.

Por causa do meu amor por animais desde a infância e algumas fantasias realistas de animais aparecendo na TV, eu sonhava em ser assim um dia. Na prova final, fiquei maravilhado com o meu eu transformado no espelho. Foi um momento em que meu sonho se tornou realidade”, explicou o homem-lobo.

A Zeppet foi fundada há 35 anos e é um dos principais estúdios de modelagem especial no Japão. Desde sua fundação, o estúdio trabalhou em muitos projetos de modelagem especial para filmes, programas de TV, comerciais, parques de diversão e eventos.

Outros casos

E vocês não vão acreditar, mas no ano passado um homem chamado Toko viralizou nas redes sociais por gastar mais de 75 mil reais para tentar se transformar em um Border Collie de verdade.

Em um dos vídeos, o homem cachorro tenta fazer o básico da vida de um cachorro de apartamento: subir no sofá. Depois de mais de um minuto e meio tentando, ele até consegue, mas a situação é claramente desconfortável e o máximo que ele faz é dar um tchauzinho antes de desistir. Na cena seguinte ele aparece já em cima do sofá e só dá para imaginar o outro ser humano que está filmando ajudando ele na empreitada.

Meus animais favoritos são quadrúpedes, especialmente os fofos. Entre eles, achei que um animal grande perto de mim seria bom, considerando que seria um modelo realista, então resolvi fazer um cachorro”, disse.

Assista abaixo o vídeo desta transformação. Aperte o Play!

Furry fandom

Furry (“peludo” em inglês) é um estilo de subcultura relacionada a personagens animais ficcionais que apresentam características antropomórficas, assim apresentando personalidade e características humanas. Ou seja, os furries são pessoas interessadas em personagens de animais com aparência humana ou humanos com características animais. Eles podem participar de encontros ou eventos de fãs de furry (Fandom) e podem vestir fantasias ou roupas que os fazem parecer animais humanoides.

Alguns furries só se interessam pelos personagens e a cultura dos furries, enquanto outros se envolvam mais ativamente na comunidade e podem participar de eventos de role-playing ou vestir roupas temáticas de animais.

Agora que você já sabe o que é furry fandom, confira abaixo um pequeno glossário dos principais termos usados pelos furries.

  • Fursona: um personagem de animal que representa a personalidade ou aspecto idealizado de uma pessoa no fandom furry.
  • Fursuit: uma fantasia de animal que cobre todo o corpo e pode incluir um capacete com orelhas e uma cauda.
  • Furry: uma pessoa interessada em personagens de animais com aparência humana ou humanos com características animais.
  • Convenção de fursuit: um encontro de furries que inclui desfiles de fantasias, painéis de discussão e outras atividades temáticas de animais.
  • Antropomorfismo: a prática de atribuir características humanas a animais ou objetos inanimados.
  • Role-playing: a prática de interpretar um personagem de fantasia em um jogo de simulação ou ambiente de encenação.
  • Furry art: arte que representa personagens de animais antropomorfizados ou com características humanas.
  • Kin: um termo usado para descrever uma conexão emocional ou espiritual com um personagem de fantasia ou animal.
  • Otherkin: uma pessoa que se identifica emocional ou espiritualmente com um ser não humano, como um animal ou criatura sobrenatural.
Furry de homem-lobo custou mais de R$ 130 mil

FurFest Brasil

A principal convenção do país de fãs de fursuit (furry fandom) no Brasil, chamada Brasil FurFest, aconteceu entre 15 e 17 de julho em Santos, no litoral de São Paulo.

A primeira edição do evento, que aconteceu em 2016, alcançou a marca de 169 participantes (sendo 54 fursuiters) vindos de 9 estados brasileiros (SP, RJ, BA, RS, SC, PR, MG, ES e PA) e do Distrito Federal, além de participantes estrangeiros de 4 países (EUA, Colômbia, Argentina e Paraguai).

Em 2022, os organizadores contabilizaram 872 pessoas em três dias de evento, com uma equipe de 32 pessoas na organização.

Lado oculto

Um dos motivos pelos quais muitos furries preferem não mencionar sua participação na comunidade em suas vidas públicas é o preconceito em torno da parte adulta do fandom, que produz conteúdo pornográfico conhecido como yiff.

Este termo é derivado do som que os personagens de animais fazem quando eles são representados como tendo relações sexuais, e é amplamente utilizado para descrever esse tipo de conteúdo no fandom.

No entanto, é importante notar que esse tipo de conteúdo não é universalmente aceito entre os furries. Como a comunidade inclui muitas crianças e adolescentes, a regra geral é que não se exiba arte erótica nas convenções e que os perfis nas redes sociais alertem para o conteúdo adulto para evitar interações com menores.

Furry de homem-lobo custou mais de R$ 130 mil

Curiosidades

Agora vamos ver algumas curiosidades sobre esta cultura peculiar:

  1. O termo “furry” foi cunhado pela primeira vez em 1980 durante um encontro de fãs de quadrinhos de antropomorfos em um hotel em Nova Jersey, EUA.
  2. A maioria dos furries é do sexo masculino, mas há também uma significativa presença de mulheres e não-binários na comunidade.
  3. Muitos furries têm um personagem de animal “fursona” que representa sua personalidade ou aspecto idealizado de si mesmos.
  4. A maioria dos furries não se envolve em atividades sexuais relacionadas ao fandom, mas há uma pequena porcentagem que faz isso de maneira consensual e segura.
  5. Os encontros de furries, chamados “convenções de fursuit”, podem incluir desfiles de fantasias, painéis de discussão, jogos e outras atividades temáticas de animais.
  6. O fandom furry é amplamente aceito e tolerado, embora ainda haja alguns estereótipos negativos associados a ele.
  7. Alguns famosos que são furries ou que demonstraram interesse no fandom incluem o ator James Franco e o cantor Kanye West.

E então, já conhecia a cultura furry fandom? Escreva nos comentários qual a sua opinião.

Por Vicente Delgado – AGRONEWS®

3 Comentários

  1. Hmm, sou furry e bem, não entendi o que seria um “furry humano com características de animal”, seria algo tipo, um humano que morde ou late?? Não entendi. Também não entendi porque colocar otherkin junto, eles são uma fandom separado.
    A fursuit pode ser desde apenas a cabeça do personagem até cobrir o corpo todo. Poucas pessoas tem fursuits que cobrem todo o corpo (full-suits). Normalmente se tem a partial-suit, que é cabeça, patas nas mãos e rabo, ou por ai. O que seria um “capacete com orelhas”? Obrigada por informar grande parte da definição de furry corretamente. Espero que esse comentário ajude vocês a entender melhor a fandom. Qualquer outra pergunta pode perguntar, e espero que meu comentário ajude com a popularidade desse artigo ^w^

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo