Em Goiás, produção de grãos deve crescer 11,6% chegando ao recorde

Goiás deve se consolidar como 3° maior produtor de grãos do País, confira!

A produção goiana de grãos deve atingir 28,8 milhões de toneladas na Safra 2021/2022. Divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa representa um aumento de 11,6% na comparação com a Safra 2020/2021 e um recorde na série histórica iniciada em 1976/1977.

O 12ª Levantamento da Safra de Grãos, último do ciclo atual, projeta também um aumento da área plantada/cultivada no Estado, que passa de 6,7 milhões de hectares para 6,9 milhões de hectares (2,3%), e da produtividade, de 3,8 toneladas por hectare para 4,1 toneladas por hectare (9,0%).

Com a confirmação do resultado, Goiás deve assumir a terceira colocação entre os maiores produtores de grãos do País, ultrapassando o Rio Grande do Sul, bastante impactado por fatores climáticos, e ficando atrás apenas de Mato Grosso e Paraná.

grãos
Em Goiás, produção de grãos deve crescer 11,6% e chegar ao recorde de 28,8 milhões de toneladas

De acordo com a estimativa da Conab, soja e milho são os itens que mais contribuem para o bom desempenho goiano. No caso da soja, o Estado deve fechar a safra com elevação de 10,2% na produção, enquanto a perspectiva para a produção nacional é de queda de 9,9%. O volume projetado de 17,3 milhões de toneladas vai colocar Goiás como segundo maior produtor nacional de soja entre os Estados e o Distrito Federal. A projeção para o milho também é positiva: crescimento de 15,6% no volume produzido.

“O último levantamento da Conab para a Safra 2021/2022 confirma o bom momento da produção agrícola no Estado. Além da soja e do milho, o boletim traz expectativa de alta na produção de algodão (3,9%), trigo (4,4%), girassol (9,0%) e sorgo (21,3%)”, diz o superintendente de Produção Rural Sustentável da Seapa (em exercício), Ricardo Carneiro.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Laranja e uva

Também divulgado, o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (LSPA/IBGE) amplia a expectativa de resultados positivos para as produções de laranja e uva.

No levantamento anterior, publicado em agosto, a estimativa era de aumento de 1,9% no volume produzido de laranja e 13,5% no de uva. Agora, as novas projeções apontam para crescimentos de 3,8% e 30,0%, respectivamente. Se confirmada, a produção goiana de laranja deve chegar a 161,4 mil toneladas, e a de uva, a 1,9 mil toneladas.

Outro destaque positivo é a batata inglesa. A produção goiana, limitada à terceira safra, tem projeção de alta de 22,6%, atingindo 217,7 mil toneladas. “Importante ressaltar ainda a perspectiva de alta de 3,5% para a produção de cana-de-açúcar, um dos principais itens da pauta agropecuária do Estado”, lembra o superintendente Ricardo Carneiro. Segundo o IBGE, o volume deve sair de 72,6 milhões de toneladas para 75,1 milhões de toneladas.

Fotos: Wenderson Araujo/CNA

Por Seapa Goiás

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.