Japão, Nova Zelândia, EUA e Chile sob alerta de tsunami após erupção em Tonga

Ondas atingem Tonga e a Samoa Americana após uma erupção submarina que foi ouvida da Nova Zelândia às Fiji. Vários países da orla do Pacífico estão sob alerta de tsunami. No Peru, duas pessoas morreram, arrastadas pela corrente.

Nos EUA, receberam o alerta os estados da Califórnia, Oregon, Washington, Alasca e Havaí; regiões costeiras do Japão e Canadá também foram impactadas.

Erupção em Tonga

Ondas provocadas pelo tsunami que ocorreu neste sábado(16), na encosta das ilhas de Tonga, no Pacífico Sul, depois da erupção de um vulcão submarino, atingiram a Costa Oeste dos Estados Unidos – especialmente a Califórnia e o Alasca, a Columbia Britânica do Canadá e até cidades costeiras do Japão, desde Tohoku até Okinawa. Em Berkeley, Califórnia, cerca de 110 pessoas foram retiradas de navios e docas localizadas nas áreas costeiras. Além disso, a maior parte das praias do sul do estado foi fechada pelo risco da elevação das águas.

A costa californiana está localizada a cerca de 8,7 mil quilômetros de Tonga, onde ocorreu a erupção vulcânica. De acordo com o Escritório Nacional de Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA) 0da Califórnia, as ondas registradas em Port Reyes chegaram a 0,89 cm e a 1,3 metro em Port San Luis. Nas redes sociais, moradores locais e jornais americanos compartilharam diversos vídeos de cheias, especialmente do cenário de Santa Cruz Harbor, na cidade de Santa Cruz, onde é possível ver ruas inundadas e carros submersos.

As ondas chegaram aos Estados Unidos após um aviso de tsunami ter sido emitido para a Costa Oeste americana. Além da Califórnia, foram alertados os estados de Washington, Alasca e Oregon. O aviso emitido ao Havaí acabou como cancelado após não terem sido registrados nenhum tipo de dano na região, devido a erupção vulcânica.

Ameaça de tsunami no Pacífico terminada, danos significativos em Tonga

O tsunami desencadeado pela erupção de um vulcão em Tonga causou danos “significativos” na capital da ilha, Nuku’alofa, disse este domingo a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, mas a ameaça foi declarada terminada.

O Centro de Alerta para o Tsunami no Pacífico informou que a ameaça do tsunami tinha “passado em grande parte” para os países costeiros, embora ainda fosse possível observar ligeiras alterações do nível do mar durante algumas horas.

Erupção em Tonga

“O tsunami teve um impacto significativo na costa norte de Nuku’alofa”, mas não foram reportadas vítimas, disse Ardern.

A Nova Zelândia enviará um avião de reconhecimento militar para sobrevoar a área na segunda-feira, se a nuvem de cinzas vulcânicas o permitir.

Veja abaixo algumas imagens do estrago na Califórnia.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.