Infomercados BRNotícias

O Copom, os juros e o câmbio: a torcida da soja, das LCAs e também (por que não) da B3

Como é esperado, a Selic será aumentada, mas o câmbio pode não cair, mantendo a soja com impulso exportador; a renda fixa atraindo investidor; e deixando ações – boas – mais baratas

Por Giovanni Lorenzon – AGRONEWS®

Nesta quarta (8) o Copom anuncia a nova taxa de juros básicos para o País. O salto para 9,5% está quase garantido, mas também tem muita gente achando que pode ser mais para cima ainda.

E Selic em alta, sempre se acende a expectativa de dólar mais barato na troca por reais.

A soja é, no momento, o principal ativo do agronegócio que a essa altura mira só o câmbio no Brasil.

O real desvalorizado ajuda a atrair a China, no momento em que o Brasil ainda tem um torno de 9 a 10 milhões de toneladas para ser escoada antes da chegada da colheita nova, a partir de janeiro.

Nesse ponto, a definição da nova taca Selic entrou na agenda dos produtores e exportadores que ainda têm grão velho guardado.

Nas últimas elevações dos juros básicos, não houve queda do dólar. A sequência de deterioração do cenário econômico não ajudou a entrada de divisas, que forçaria a queda da taxa.

No último encontro do Banco Central do ano, as apostas estão na repetição dos +150 pontos base, ou seja, subindo aos 9,25% ao ano.

Mas as opções do Copom negociadas na B3 mostram aumento das apostas quanto a +175 e até +200 pb.

Então, toda a atenção dos mercados.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Na renda fixa, LCAs é investimento na mosca

Os investimentos em renda fixa vão fechar 2021 com chave de ouro. Tome mais juros, tome mais rendimentos.

No segundo semestre todos os papeis atraíram mais investidores, na mesma toada do emagrecimento da Brasil, Bolsa, Balcão.

E as Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) foi uma das campeãs. Dinheiro que os bancos captam para escoar no agronegócio.

Tem bom rendimento, não paga Imposto de Renda, tem garantia do Fundo Garantidor de Crédito, tudo que o investidor procura.

Sim, precisa de um volume maior de entrada e o prazo de resgate também é maior – e nesses casos o CDB ganha -, mas ainda os pontos acima tornam as LCAs bastante atraentes.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Não despreze as ações boas e baratas, dizem analistas

Apesar do risco que a B3 vem sofrendo, perdendo o suporte dos 110 mil pontos, ainda assim, tem muitos analistas olhando o desconto de muitas ações.

Chegou até os 102 mil pontos e ontem, segunda (6), voltou aos 106 mil. Zigues zagues sempre terá.

O que significa? Significa que tem muitos papéis baratos, de boas empresas, situadas em setores de fôlego.

Como as dos frigoríficos e até da Raízen.

Mesmo que o chamado risco Brasil siga firme e a renda fixa se mantenha atraindo, quem tem um colchão mais forte de recursos, que pode manter posições em ações por mais longo prazo, não se descarta olhar o mercado acionário.

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Siga-nos no Google News: CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados