Ovinos: preços do cordeiro seguem distintos

O mês de julho foi marcado por movimentos distintos dos preços do cordeiro vivo entre os estados acompanhados pelo Cepea

Enquanto no Paraná e no Rio Grande do Sul a oferta restrita de animais (devido ao período de entressafra) ajudou a impulsionar os valores, em São Paulo e Mato Grosso, a baixa liquidez nas negociações e a demanda desaquecida pressionaram as cotações. Já em Mato Grosso do Sul, o preço ficou estável.

Segundo colaboradores do Cepea, mesmo nas regiões onde houve valorização, as vendas estiveram abaixo do esperado. No Paraná, o valor médio do animal vivo foi de R$ 12,93/kg em julho, avanço de 10,70% em relação ao mês anterior. No Rio Grande do Sul, a cotação subiu 1,52%, a R$ 10,00/kg. Em São Paulo e Mato Grosso, os preços recuaram 0,25% e 10%, respectivamente, com o ovino cotado, em média, a R$ 12,05/kg no mercado paulista e a R$ 9,00 no mato-grossense.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Já em Mato Grosso do Sul, o valor do cordeiro permaneceu estável de junho para julho, a R$ 11,50/kg. No mercado de carnes, tanto no Paraná quanto em São Paulo, o preço da carcaça ovina recuou em julho. No Paraná, a queda foi de 3,4%, com a média da carcaça negociada de R$ 28,50/kg. Em São Paulo, a desvalorização foi de 0,8%, com o quilo da proteína comercializado na média de R$ 30,00/kg em julho.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.