Soja: comercialização do grão segue lenta

Em julho de 2022, a comercialização de soja para a safra 2021/22 apresentou o menor avanço, desde out.21, com apenas 1,70 p.p. se comparado a junho, e alcançou 83,93% da produção

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

A justificativa do baixo avanço, é devido ao recuo de 0,99% no preço da saca de soja, cotado na média do estado em R$ 162,92/sc. A queda no preço médio só não foi maior em julho devido ao avanço do dólar na última semana do mês, período em que alguns produtores aproveitaram para negociar sua produção.

Para a safra 2022/23, foram observados poucos volumes vendidos em julho, devido ao preço que permaneceu pressionado e às incertezas quanto ao tamanho da safra. Desse modo, a comercialização avançou apenas 0,17 p.p. ante a julho, atingiu 25,51% da produção. No que tange ao preço médio comercializado, a soja apresentou desvalorização de 0,96% ante o mês passado, cotada a uma média de R$ 152,03/sc no estado.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

  • Soja Mato Grosso: o preço da saca de soja disponível em Mato Grosso teve uma queda de 1,87% no comparativo semanal, acompanhando o mercado internacional;
  • Paridade exportação: a paridade de março de 2023 desvalorizou 3,00% em relação à semana passada, devido às incertezas na produção do estado de Mato Grosso;
  • Cepea em queda: os preços da saca de soja nacional apontaram um decréscimo de 2,07%, ante a semana passada, reflexo de uma menor demanda para o período observado.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.