Preço do diesel cai, aponta Ticket Log

Após redução nas refinarias, preço do litro do diesel volta a baixar nos postos brasileiros, analisa Ticket Log

No fechamento da primeira quinzena de dezembro, o tipo comum foi comercializado a R$ 6,93 e o S-10 a R$ 7,06.

O último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), apontou que, após a redução de 8,20% no valor do diesel no repasse às refinarias, válida desde o dia 7 de dezembro, em uma semana, o preço do litro do combustível apresentou um recuo médio no País de 1,65%, para o comum, e de 1,25% para o S-10.

“O preço do diesel comum foi comercializado pela média de R$ 6,93 e o S-10 a R$ 7,06 na primeira quinzena de dezembro. De acordo com o IPTL, no consolidado da quinzena, a redução no preço dos combustíveis é ainda menor, de 1,26% para o comum e de 0,85% para o S-10, se comparado com novembro”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

Com destaque para o Nordeste, que registrou redução de 2,09% para o diesel comum e de 1,72% para o S-10, as regiões brasileiras voltaram a apresentar recuo no preço dos dois tipos de diesel, com exceção do Norte, onde o tipo S-10 ficou 0,17% mais caro. Seguindo essa tendência de alta, os dois tipos comercializados no Norte, a R$ 7,40 o comum e R$ 7,56 o S-10, também fecharam o período com as médias mais altas do País. O Sul foi a região a apresentar as menores médias para ambos os tipos, de R$ 6,45 o comum e R$ 6,53 o S-10.

diesel

Entre os Estados, a Bahia registrou o maior recuo no preço dos dois tipos de diesel. O comum reduziu 7,81% nos postos baianos e passou de R$ 7,15 para R$6,60; e o S-10 recuou 7,54% e fechou o período a R$ 6,71. Já a média mais baixa para o comum foi identificada nas bombas de abastecimento do Paraná, a R$ 6,41, com redução de 1,51%. O S-10 com o preço médio mais baixo foi registrado no Rio Grande do Sul, a R$ 6,51, com recuo de 0,61%.

O último levantamento da Ticket Log apurou ainda que, entre os Estados e o Distrito Federal, houve um acréscimo de 0,31% no preço do diesel comum comercializado no Ceará e de 0,40% nos postos brasilienses. Já para o tipo -S-10, foi identificado aumento no preço do combustível apenas nos Estados que integram a Região Norte: Amapá, 3,87%, maior acréscimo entre os demais Estados; Roraima, com 0,72% de alta; e Acre, que fechou com o combustível 0,13% mais caro.

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *