Mercado FinanceiroNotícias

Soja: Bolsa de Chicago segue com cotações em alta

As cotações correntes da soja na Bolsa de Chicago atingiram a máxima de nove anos na última semana

Por Daniele Balieiro – AGRONEWS®

O contrato corrente da soja na Bolsa de Chicago alcançou a média de US$ 16,43/bu na última semana (21 a 24/02), uma alta de 3,97% no comparativo. Vale ressaltar que no dia 23/02 a oleaginosa ficou cotada a US$ 16,75/bu, o maior valor desde 2013. Esse movimento de alta está atrelado, principalmente, as tensões entre a Rússia e a Ucrânia, que vêm afetando diretamente as cotações das commodities.

Além disso, os problemas climáticos nas áreas produtoras de soja na América do Sul desde o fim de 2021 também contribuíram para o cenário. Essa elevação refletiu diretamente na valorização do grão em Mato
Grosso, que exibiu alta de 1,75% no preço disponível na última semana, com a média do estado cotada a
R$ 174,30/sc.

Assim, mesmo com o aumento da oferta com o avanço da colheita em Mato Grosso, o preço médio estadual seguiu o ritmo de valorização do mercado externo.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Diferença cai: com o crescimento das cotações na Bolsa de Chicago, a diferença de base MT-CME apontou recuo na última semana.

Prêmio sobe: com a demanda externa aquecida pelo grão, o prêmio em Santos-SP valorizou na última semana, cotado em média a US$ 1,75/bu.

Altos patamares: com a valorização da oleaginosa no mercado internacional, as cotações do Cepea exibiram alta de 3,12% no comparativo semanal.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Soja: esmagamento do grão em MT foi recorde em 2022

Diárias de MercadoNotícias

Soja: maior demanda eleva valores internos, confira!

EspecialistasDireito AmbientalNotícias

Decisão Judicial determinou que a SEMA adote o protocolo HÍBRIDO para o SIGA HIDRICO

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: comercialização da safra 2021/22 segue lenta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.