Soja: indicadores voltam a subir

Preços da soja reagem em agosto de 2022, de acordo com as regiões consultadas pelo Cepea

A alta externa, o prêmio de exportação elevado e a retração de produtores em comercializar o remanescente da safra 2021/22 no Brasil fizeram com que os preços da soja reagissem na semana passada.

Além disso, segundo pesquisadores do Cepea, a maior demanda internacional, sobretudo, da China, aqueceu a disputa pela soja com agentes nacionais.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá (PR) e CEPEA/ESALQ – Paraná registraram respectivos fechamentos de R$ 189,54/sc e de R$ 183,83/sc de 60 kg nessa sexta-feira, 26, com aumentos de 2,46% e de 2,3%, na mesma ordem, entre 19 e de 26 de agosto.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.