Diárias de Mercado

Suínos: cotação do vivo é menor que no integrado

suíno

Os valores pagos pelo suíno vivo no mercado independente encerraram o mês de maio em queda

A pressão veio tanto da maior oferta quanto da fraca demanda pela carne do animal. Diante desse cenário, os preços do suíno comercializado no mercado spot passaram a operar abaixo dos observados para os animais de produção integrada. Vale destacar que, historicamente, as cotações do suíno no mercado independente operam acima dos preços de produção integrada, devido aos maiores custos.

No dia 31 de maio, o valor do suíno vivo de produção independente, posto no frigorifico no Oeste Catarinense, fechou com média de R$ 4,59/kg, queda de 24,4% em relação ao dia 29 de abril. Esse valor está abaixo do recebido por produtores integrados no dia 31, de R$ 5,07/kg.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário esteve atrelado à menor presença de compradores de suíno ao longo de maio no mercado spot, devido à redução das vendas da carne. Já no caso das integradoras, estas mantiveram o “preço-base” dos contratos com suinocultores integrados.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Custos de produção de suínos caem em maio; produzir frango ficou mais caro em 2022

Diárias de Mercado

Suínos: preços seguem em alta nesta 2ª quinzena

NotíciasGeral

Suínos: Canadá habilita novas plantas brasileiras de carne suína

Diárias de MercadoNotícias

Suínos: aumento a outros destinos além da China limita queda no total exportado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.