Volume de ovos de consumo aumenta 8% e o de ovos férteis cai 3%, aponta IBGE

De acordo com os números divulgados ontem (12) pelo IBGE, no primeiro semestre de 2019 a produção brasileira de ovos de galinha aumentou perto de 6%, superando pela primeira vez nesse período a marca dos 900 milhões de dúzias

Esse resultado, porém, engloba em um só número os ovos destinados ao consumo e aqueles voltados à incubação. Individualizados os dois produtos, constata-se que o produto destinado ao consumo registrou aumento superior a 8%, enquanto a produção de ovos férteis, opostamente, sofreu redução de mais de 3%.

Frente a tais desempenhos, a participação do ovo de consumo na produção total subiu 2,61%, passando de 79,70% no primeiro semestre de 2018 para 81,78% no mesmo período de 2019. Em situação inversa, a participação dos ovos férteis, superior a 20% no ano passado, caiu neste ano para 18,22%, redução de 10,24%.

Volume de ovos de consumo aumenta 8% e o de ovos férteis cai 3%, aponta IBGE

Fonte: Avisite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.