CLIMATEMPO 04 a 10 de janeiro 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

Confira o Boletim CLIMATEMPO 04 a 10 de janeiro 2022 e veja a previsão do tempo nas regiões produtoras do Brasil.

A virada do ano foi marcada por muita chuva na região Sudeste e o calor continua castigando o Sul do Brasil

Ainda há grandes acumulados de chuva nas áreas do Matopiba e em contrapartida a região Sul teve um fim de ano de tempo seco e onda de calor. O ano começou ainda muito quente e no oeste do Rio Grande do Sul, na região de Uruguaiana, os termômetros chegaram perto dos 41º na tarde do dia 1º de Janeiro.

Essa primeira semana do mês, e do ano, tem expectativa de bastante chuva ainda no Sudeste, no Centro-Oeste, áreas do Matopiba e também tem previsão de chuva para a região Sul do Brasil.

Climatempo Nordeste

Na região Nordeste do país, na verdade nas áreas produtoras do Matopiba, essa persistência na chuva ainda deve incomodar os produtores, porque o sol aparece pouco e isso tem dificultado o desenvolvimento das lavouras nestas regiões.

Centro-oeste

Já no estado de Mato Grosso, tem chuva forte também ao longo desta semana, só que intercalada por maiores períodos de tempo firme e isso deve favorecer a retomada dos trabalhos de colheita da soja em MT. No Sudeste há risco de erosão e inundações, porque já choveu muito entre o sul de Minas e o norte paulista e ainda tem muita água para cair nos próximos dias.

Região Sul

Na região Sul tem duas situações, no Rio Grande do Sul tem previsão de chuva mas ela ainda vai ser muito pontual e de curta duração e por isso mesmo o calor deve continuar, já o Paraná tem previsão para uma chuva um pouco mais expressiva em torno de 30 a 40 mm nas áreas mais ao norte do estado, oeste do Paraná algo em torno de 30 mm, o que pode estancar as perdas, mas principalmente trazer um pouco de umidade para o milho de segunda safra.

Sudeste

Nos próximos 7 dias a expectativa é que chova mais de 160 mm, especialmente no centro e sul de Minas Gerais, pegando áreas do Triângulo Mineiro, noroeste do estado – região do Cerrado. Tem muita chuva prevista também para o norte de Goiás e faixa leste de Mato Grosso.

Norte

Nas áreas do Matopiba o acumulado ainda ultrapassam os 100 mm, entre o oeste da Bahia, sul do Maranhão, sul do Piauí e também em alguns pontos do leste do Tocantins. Lembrando que essa chuva persistente ainda atrapalha o desenvolvimento da soja nestas regiões.

No Sul do Brasil, acumulados que podem chegar perto de 60 mm em algumas localidades do centro e leste do Paraná, no oeste do estado, no máximo 60 mm. Já no Rio Grande do Sul o acumulado pode chegar perto dos 50 mm no Noroeste do estado, mas o calor continua e isso é um sinal de que vai ser uma chuva muito localizada e de curta duração, oque pouco ajuda as lavouras da região.

Assista o Boletim CLIMATEMPO 04 a 10 de janeiro 2022

Região Sul com calor de quase 40°C, mas chuva retorna nesta semana

Esta semana será marcada por calor intenso em várias regiões do Sul do Brasil. Neste primeiro domingo de 2022, a máxima na capital Porto Alegre pode chegar aos 38 °C, Florianópolis também terá um dia quente, a máxima chega aos 32 °C, e em Curitiba, termômetros em torno dos 29 °C!

A passagem de uma nova frente fria traz o retorno da chuva já neste domingo (02) nos três estados do Sul do Brasil.

Atenção! Antes da chuva calor e umidade relativa do ar abaixo de 30% por todo o interior da Região.

A combinação entre o aumento da umidade e o calor extremo, gera o risco de temporais isolados a partir da tarde com ventania sobre o estado do Rio Grande do Sul. No oeste de Santa Catarina e por todo o estado do Paraná, incluindo a região da capital Curitiba e do litoral, pancadas de chuva com risco de trovoadas. A chuva ainda acontece de forma irregular e não acumula volumes significativos.

Como vimos no Boletim Climatempo para esta semana, o tempo fica firme apenas em áreas do litoral do Rio Grande do Sul e no sudeste catarinense.

Semana abafada e com chuva

Na segunda-feira (03) o calor, a aproximação da frente fria e a circulação dos ventos em vários níveis da atmosfera concentram o ar úmido e facilitam a formação de áreas de chuva por todo o Sul do país.

A chuva acontece em vários momentos, intercalando aberturas de sol sobre o noroeste gaúcho, oeste de Santa Catarina e sudoeste do Paraná. Nestas regiões há risco de chuva intensa e volumosa, com rajadas de vento no decorrer do dia. Nas demais áreas da Região, as pancadas de chuva acontecem de forma isolada. Não deve chover apenas no litoral gaúcho.

Na terça-feira (04), o céu fica cheio de nuvens e chove em vários momentos, por todo o centro-sul gaúcho. Em Porto Alegre, Santa Catarina e no Paraná, sol e pancadas de chuva com risco de trovoadas. As temperaturas ainda seguem elevadas e o ar fica abafado o que pode aumentar as condições para chuva forte em grande parte da Região.

A frente fria segue avançando nos próximos dias e aumentando as condições para chuva, principalmente sobre o estado do Rio Grande do Sul, mas, a semana segue quente e abafada.

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.