CLIMATEMPO 05 de outubro 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

Confira o Boletim CLIMATEMPO 05 de outubro 2022 e veja a previsão do tempo em todas as regiões do Brasil.

Nesta quarta-feira ainda tem previsão de pancadas bem típicas da Primavera em grande parte do Brasil. A chuva aumenta de intensidade no Centro-Oeste até áreas do Sudeste e do Norte do país.

Em Mato Grosso do Sul, no sul de Goiás, áreas do interior do Paraná e na cidade de São Paulo, que fazem divisa com o estado de Mato Grosso do Sul, a previsão é de temporais e a chuva pode vir acompanhada por queda de granizo.

Ainda chove forte na região do Vale do Rio Doce, no Espírito Santo, em parte da Zona da Mata mineira. Nessas áreas o alerta ainda é de temporais ao longo da quarta-feira.

Já na maior parte do estado de São Paulo, que inclui a região da capital, volta a ter tempo firme, mas as temperaturas ainda seguem amenas, principalmente no leste e Sul Paulista.

A maior parte da região Sul permanece sem chuva. E na capital Porto Alegre, as temperaturas sobem um pouco mais em relação aos últimos dias.

Tempo segue firme ainda na maior parte do Nordeste e nos estados do Tocantins, centro e sul do Pará, e também do Amapá. Já no Amazonas, e na capital Rio Branco, ainda pode chover forte no período da tarde.

Quanto a temperatura, a máxima chega aos 26º graus em Porto Alegre, 37º graus em Cuiabá, 30º graus em Salvador e apenas 24º graus no Rio de Janeiro.

CLIMATEMPO 05 de outubro 2022

Ciclone e frente fria: alerta de temporais no Sul

Como vimos na análise do Climatempo, a semana começou com temperaturas baixas e chuva em parte da Região Sul. Estas instabilidades até perderam força no Rio Grande do Sul, mas ainda persistem em parte dos estados de Santa Catarina e do Paraná. Nos próximos dias, a atuação de um ciclone extratropical e a passagem de uma nova frente fria pela costa da Região, aumenta o risco de temporais, chuva volumosa e ventania.

Nesta quarta-feira (05), uma mudança no padrão da circulação de ventos já transporta nuvens carregadas sobre o oeste do Paraná e noroeste do Rio Grande do Sul. Essa chuva pode vir em forma de temporais, com raios e queda de granizo, atingindo áreas da Fronteira Oeste e a região das Missões no estado gaúcho e a região de Foz do Iguaçu, Guaíra e Umuarama no Paraná. Pode chover no extremo oeste de Santa Catarina, mas a chuva ainda ocorre de forma mais isolada.

Na quinta-feira (06), a formação de um ciclone extratropical no oceano na altura do Rio Grande do Sul, favorece o reforço da chuva sobre a Região. A quinta será de alerta para temporais em todo o interior da Região. As capitais, ficam em atenção para chuva forte e persistente e as temperaturas ficam baixas.

Atenção! As rajadas de vento podem chegar até 70 km/h em algumas regiões, incluindo o litoral dos três estados

Á noite, este ciclone extratropical se desloca do Paraguai em direção ao sul do país, dando origem a uma frente fria. Na sexta-feira (07) a frente fria atua mais sobre o Sudeste do país, mas seu ciclone extratropical na costa do Rio Grande do Sul ajuda a causar pancadas de chuva e rajadas de vento de mais de 80km/h do sul ao leste, norte e nordeste gaúcho, incluindo a região de Porto Alegre. Ainda chove no litoral sul, sul e áreas de serra de Santa Catarina, mas grande parte da Região volta a ter tempo firme. Mesmo com a presença do sol, as temperaturas ficam baixas, principalmente no leste do Paraná.

As rajadas de vento são ainda mais fortes, na sexta, com alerta para o sul do Rio Grande do Sul, áreas de serra do estado gaúcho e de Santa Catarina. Nestas regiões as rajadas podem chegar aos 100 km/h. Nas demais áreas da Região Sul, rajadas variando de 60 a 70 km/h. O vento só perde força no sábado (08). O mar também fica agitado com ondas de até 3 metros de altura na sexta-feira, por toda a costa do Rio Grande do Sul e no litoral sul de Santa Catarina.

Confira abaixo o acumulado de chuva para o Brasil

CLIMATEMPO 05 de outubro 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *