ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 28 de dezembro a 03 de janeiro 2022, veja a previsão do tempo

Assista o Boletim CLIMATEMPO 28 de dezembro a 03 de janeiro 2022 e veja a previsão do tempo nesta última semana do ano. Janeiro começa com chuva abaixo da média nas áreas do Matopiba, Norte de Minas e Espírito Santo.

Este último final de semana foi marcado por muita chuva nas áreas mais ao Norte do Brasil e mais uma vez o sul da Bahia foi castigado por grandes acumulados de chuva.

CLIMATEMPO 28 de dezembro a 03 de janeiro 2022

A previsão desta última semana promete ainda chuva em excesso entre o norte do Espírito Santo, sul da Bahia até áreas da Região Norte do país. Isso afeta também áreas do Centro-Oeste como especialmente no norte de Mato Grosso onde já foram identificadas algumas lavouras apodrecidas por causa justamente do excesso de chuvas.

Enquanto isso a região Sul do Brasil terá uma última semana do ano marcada por uma forte onda de calor. A expectativa é de pouca chuva e os termômetros chegando perto dos 40º graus.

Voltando para a região Norte, desta vez a chuva, além de forte, foi mais abrangente, então além de afetar mais uma vez as áreas de café em Itamaraju, afetou também pastagens e cacau em Ilhéus, onde o acumulado chegou perto dos 200 mm.

Lembrando que ainda tem água pra cair no decorrer desses próximos dias, com menos intensidade, mas ainda vai manter o solo encharcado e com rios e córregos ainda bem elevados.

Nesses próximos 7 dias, a umidade da Amazônia vai migrar um pouquinho mais para região Sudeste do Brasil e aí os maiores acumulados estão nessa faixa desde do interior do Rio de Janeiro até a região Norte do Brasil, com acumulados acima dos 150 mm no centro, sul e noroeste de Minas, também no centro e norte em muitos municípios ainda no estado de Mato Grosso, o que pode trazer mais prejuízos por causa da grande quantidade de chuva que está prevista justamente em uma região que já choveu bastante nesses últimos dias.

Na região Sul, se a chuva vier ela será muito fraca nesses próximos dias, agora esse padrão deve mudar ao longo do mês de janeiro, a tendência é de chuva abaixo da média nas áreas do Matopiba e também no norte de Minas e no Espírito Santo, já no centro e sul do Brasil a estiagem dará uma trégua.

A chuva vai ficar acima da média entre o Paraná, Santa Catarina e no Rio Grande do Sul muita atenção! porque a expectativa ainda é de chuva abaixo da média da região da campanha, no extremo oeste do Rio Grande do Sul e ela só vai ficar acima da média nas áreas mais ao norte do estado, só que essa chuva deve chegar tarde demais para muitas lavouras de milho do Rio Grande do Sul, até porque a expectativa de uma chuva para o estado Gaúcho somente ao longo dos últimos 10 dias do mês de janeiro.

Até lá então a expectativa ainda é de irregularidade e temperaturas elevadas, o que pode trazer mais prejuízos para as lavouras de milho desta região.

Assista o Boletim CLIMATEMPO 28 de dezembro a 03 de janeiro 2022

Onda de calor atua nesta semana com máximas de 40°C no Sul

As áreas mais ao sul do Brasil vão passar a semana sob influência de uma onda de calor. A tendência para os próximos dias é de calor intenso em áreas do Sul e também no estado de Mato Grosso do Sul.

CLIMATEMPO 28 de dezembro a 03 de janeiro 2022

Calor de 40°C

As temperaturas passam dos 30°C por amplas áreas do Sul e do estado de Mato Grosso do Sul nesta última semana do ano. Em algumas áreas, até há expectativa de temperaturas próximas dos 40°C, principalmente em áreas do centro-oeste gaúcho. Cidades como Uruguaiana, São Luiz Gonzaga e Foz do Iguaçu estão entre as regiões que podem alcançar este valor.

Mas também há previsão para temperaturas acima de 35°C em outras cidades do interior da Região Sul, entre o oeste de Santa Catarina e do Paraná e no sul e oeste de Mato Grosso do Sul. Algumas cidades com previsão de máximas acima dos 35°C: Bagé, Santa Maria, Passo Fundo, Porto Alegre, Chapecó, Campo Mourão, Londrina, Ponta Porã, Campo Grande e Corumbá.

Ar seco no Rio Grande do Sul

Além do calorão, o Rio Grande do Sul deve se preparar para uma sequência de dias ensolarados e secos. A umidade tende a ficar até abaixo dos 20% em algumas localidades. Os cuidados com a hidratação devem ser redobrados nesta semana.

Em Santa Catarina e no Paraná ocorrem pancadas isoladas de chuva nos próximos dias. Atenção, pois há risco para chuva forte em alguns pontos. Fique de olho na previsão para a sua cidade.

Até quando vai o calor?

A tendência é que só na primeira semana de janeiro as temperaturas voltem a cair, com a passagem de uma nova frente fria. Até perto do dia 1, a expectativa é de temperaturas bastante elevadas no Sul e em Mato Grosso do Sul.

Chuva ainda é motivo de preocupação na Bahia

A Bahia já registra chuva volumosa há muitos dias. Na primeira quinzena do mês de dezembro, os volumes de chuva que foram acumulados em um curto período de tempo, chamaram bastante atenção. Várias cidades entraram em situação de emergência, de acordo com a Defesa Civil e o número de desabrigados e desalojados crescia cada vez mais.

Desse dia em diante, vários sistemas meteorológicos contribuíram para a formação de mais nuvens carregadas sobre a Bahia, o que aumentou ainda mais a preocupação da população. Neste fim de ano, a Zona de Convergência do Atlântico Sul(ZCAS) favoreceu uma grande quantidade de chuva no estado. Desde a tarde da última sexta-feira(24) até a tarde deste domingo, várias cidades já registraram de 150 a 200mm.

Transtornos

A chuva já provocou rompimento de duas barragens neste fim de semana e houve até registro de uma vítima. Com toda essa chuva, de acordo com o governador da Bahia, Rui Costa, já são cerca de 37 cidades debaixo d’água.

Expectativa

Ainda neste domingo e também na segunda-feira (27), o tempo segue instável, com condições para chuva frequente, por vezes forte, e que eleva ainda mais os acumulados (especialmente no litoral, sul e centro-oeste do estado).

A Climatempo alerta para o risco de novas enchentes, transbordamentos de rios e córregos, alagamentos e deslizamentos de terra.

A ZCAS tende a se desconfigurar ao longo da segunda-feira(27), mas muitas instabilidades ainda vão atuar no estado. Por isso, há expectativa para pancadas fortes de chuva nos próximos dias, principalmente no sul e oeste do estado. O litoral também terá chuva forte neste início de semana.

A quantidade de chuva vai diminuir no decorrer da semana, comparando com a chuvarada que já caiu, o que é uma boa notícia. No entanto, como o solo está muito encharcado e muitas cidades ainda estão debaixo d’água, é importante permanecer atento.

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® Informação para quem produz

Siga-nos no Google News: CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados