Mercado FinanceiroDestaqueNotícias

Confira os resultados da safra de algodão 2021/22

Os atrativos preços da pluma de algodão registrados no início do ano de 2022, atrelado à expectativa de um maior percentual de áreas semeadas dentro da janela ideal, estimulou os cotonicultores a
investirem no algodão

Desse modo, a área da safra 2021/22 ficou 22,41% superior ao registrado na safra passada, totalizando 1,18 milhão de ha. Esse cenário refletiu em uma adição de 9,26% na produção do estado de Mato Grosso, mesmo com a produtividade atingindo o menor patamar dos últimos anos.

Cabe destacar que, no decorrer do ano, as cotações exibiram expressivas quedas, pautadas pelas incertezas quanto à economia global. Diante disso, houve uma desaceleração na comercialização da pluma da safra 2021/22, que em novembro de 2022 ficou 4,66 p.p. atrás do mesmo período da safra 2020/21.

Por fim, o adiantamento da colheita no ciclo contribuiu para o ritmo das exportações, que está 31,31% à frente do acumulado (agosto à novembro) do mesmo período de 2021, e é projetado que sejam escoados 1,37 milhão de toneladas de pluma deste ciclo, alta de 13,00% ante a safra 2020/21.

Artigos relacionados
algodão

De acordo com a análise da semana anterior, “De acordo com o Imea, a oferta da pluma para a safra de algodão 2021/22 exibiu recuo de 1,38% ante o último relatório, totalizando 1,81 milhão de toneladas”.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

algodão
  • Elevação: devido às valorizações nos preços da pluma na Bolsa de Nova York no início do ano, o contrato de julho exibiu alta de 18,63% no comparativo anual;
  • Incremento: reflexo da valorização do petróleo no decorrer do ano, os preços médios do poliéster apresentaram elevação de 21,99% em relação à média do ano de 2021;
  • Baixa: pautado pela menor demanda no decorrer do ano, o preço do caroço disponível do algodão exibiu uma queda anual de 6,15%, e ficou na média de R$ 1.537,45/toneladas;
  • Alta: com a elevação no custo de produção, o P.E. exibiu alta de 12,28% ante a safra 2020/21, sendo necessário o produtor vender sua pluma a R$ 159,39/@ para cobrir seu COE.

Por Daniele Balieiro com informações do Imea

Artigos relacionados

Escreva um comentário

Botão Voltar ao topo